Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, December 23, 2014

6 truques de styling para os momentos "nada para vestir"

Quando se trata de estilo, a criatividade é quase tão importante como o conhecimento. Quem acompanha as tendências e tem noção do que lhe fica bem - ou seja, das linhas que pode pisar sem destruir a harmonia estética - nunca está realmente desarmada. Basta-lhe usar a imaginação para visualizar um outfit onde outras pessoas só vêem um monte de roupa sem uso.

Aqui ficam seis ideias para os dias em que não sabe o que há-de pôr, para remediar faltas de última hora ou para dar uso a peças que andam perdidas no oceano do seu armário.

1 - Vestidinho multiusos

Mistérios de Inverno: encontrar vestidos de manga comprida nas lojas é milagre. Mas um sheath dress de algodão espesso (ou um sheath dress de lã que vá-se lá saber porquê, é de cavas) pode usar-se todo o ano. Basta transformá-lo numa saia - vestido como nos anos 60 (as vossas mães devem lembrar-se do que isso era) usando um top quentinho, camisola de malha fina ou camisa por baixo.
 Para ir trabalhar, acompanhe-se de uma carteira clássica e pumps de salto médio, estilo Ferragamo. Para a noite, escolha um modelo decotado sobre uma camisa um pouco mais aberta e uns stilettos.
 Outra opção para sair são os modelos acima do joelho: ficam lindamente com cuissardes de salto alto e uma camisa preta - muito Brigitte Bardot, especialmente se tiver um vestido aos quadradinhos. 
 Pode também inverter o jogo de sobreposições e colocar um cardigan por cima do vestido, como Victoria Beckham: depois é só atirar um sobretudo por cima disso tudo, passe o pleonasmo...



2- Camisa nova, ou faz de conta

Ao fazer compras para clientes, notei que neste Outono -Inverno, por qualquer motivo, há poucas camisas clássicas e de bom corte à venda nas lojas mais comuns. Ou seja, é um bom ano para comprar sweat shirts bonitinhas com aplicações, tops boxy e blusas soltas...mas se quiser renovar o stock de camisas intemporais e tiver um orçamento controlado vai precisar de pesquisar bastante.
 A solução? Reciclar. Poucas coisas se prestam a tantos devaneios de styling como uma camisa branca ou oxford. Mas qualquer camisa clássica ou de estampado masculino servirá.
 Se algumas das suas encolherem, use-as por dentro de calças ou saias de cintura subida, para um efeito chic em segundos. Se precisa de um modelo mais comprido, assalte o armário dos cavalheiros lá de casa e procure uma de tamanho razoável (XXL não serve): sobre breeches ou jeggings, com um cardigan bem comportado e botas de montar, ficam do mais preppy que pode haver. 
 Também resultam sob um pullover de losangos ou camisola de malha espessa.

3 - Sapatos extravagantes...que nunca calça

Comprou e agora não sabe o que lhes há-de fazer. Pois bem, se não tiverem brilhos ou aplicações que os limitem ao uso nocturno, o remédio é transformá-los nuns statement shoes: ou seja, usá-los de modo a serem a única peça chamativa num visual. 
 Uma silhueta simples de skinny jeans ou calças lápis (pretas ou, se quiser alongar as pernas, num tom base semelhante ao dos sapatos)  - num look preto integral, ou acompanhados de um top branco ou neutro. Cabelo ligeiramente "desmazelado", uma bonita maquilhagem, uma carteira com bom ar que não contraste com o calçado, et voilá.


4 - Blazer do colégio...ou da sua mãe nos anos 80...ou do escritório que deixou de usar!


Se foi ficando por uma questão de valor estimativo, parabéns: agora é tendência e pode tirar partido dele: actualmente os blazers, nos seus vários tipos, prestam-se a quase tudo; mas uma maneira divertida de os usar mais vezes é acompanhando-o de uns boyfriend jeans (não demasiado largos) ou skinnies em distressed denim (que tenham rasgões discretos, vá). Quanto mais bem comportadinho for o casaco (os de botões dourados são um amor) mais elegante ficará, mas mantenha o resto da toilette subtil, cool e sem um cabelo fora do sítio.

5 - Sobretudo XXL da avó


Se foi sortuda o suficiente para herdar um, fique orgulhosa - especialmente se for camel.  Actualmente estão outra vez na berra, mas um original deste clássico tem sempre muito mais graça. Caso a sua mãe ou tia tenha na arrecadação um Max Mara 101 801, considere-se uma rapariga muito invejada!
 Vestindo um casaco deste género, pode escapar com quase tudo desde que o calçado seja de boa qualidade: umas simples calças afuniladas de fazenda e um top e já está. Os melhores são os que têm cinto, para poder controlar o volume que quer. Também poderá enrolar as mangas. Como são mesmo grandes servem de capa com outro casaco por baixo...as possibilidades são realmente infinitas.


6 - Tops inúteis

A dada altura todas acumulámos tops de alcinhas em cetim ou seda que não servem para grande coisa. Usá-los sem nada nem pensar, nem para sair à noite: deixe isso nos anos 90 e inícios de milénio, onde pertence!
 Mas sob um tailleur ou blazer muito justo fazem imenso jeito e se forem de cores suaves, podem mesmo levar-se para o emprego. Outra opção para os tornar usáveis é dar-lhes um ar romântico com um cardigan fofinho de mohair ou caxemira, e acompanhá-los com jeans ou uma saia e saltos altos... usando o conjunto como se de uma camisola se tratasse.

2 comments:

Paula said...

Adorei as sugestões.
Só não consigo voltar a usar os tops de alcinhas, tudo o resto assenta-me na perfeição!
vidademulheraos40.blogspot.com.

Bia Fernandes said...

Perfeito !

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...