Recomenda-se:

Netscope

Friday, January 9, 2015

O dia em que vou aderir às danças da moda:


Quando se cansarem de ritmos africanos e latinos e inventarem modalidades de fitness-bailação baseadas no corridinho, vira e fandango, devidamente acompanhadas de traje apropriado.
 Não é assim tão esquisito, vá lá: consigo lembrar-me de pelo menos dois videos pop de cantores portugueses onde se fez algo do género. Este...


E este:


                            

O nível avançado podia ser dançar com uma cabeça de cabeçudo, parafernália de gigantone, aparato de pauliteiro de Miranda ou fatiota de careto de Podence. Um forrobodó, devidamente acompanhado de gaitas de foles, bombos e o mais que viesse.

Mas claro que não ia pegar, aposto convosco: primeiro porque é português e por cá não se gosta de tudo o que lembre Arraial, ó lusa gente; depois porque o vira, o corridinho e o fandango não dão para dançar agarradinho com o Ricardão porteiro, nem para  usar ceroulas do demo em lycra e micro shorts (a não ser que na modalidade de fandango as moças adoptassem as calças de campino, e mesmo assim haviam de queixar-se que tapavam demasiado as coxas que deram tanto trabalho e comezaina a aumentar). Ainda que lhes fosse prometido bater o fandango em camisa, isso não seria sexy que chegasse para esta tropa fandanga que nem sonha o que é uma camisa de noite. Pena, era capaz de ser divertido.





No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...