Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, March 31, 2015

Beleza interior... e homens de pouca fé.


Em muitas orações do imaginário popular destinadas a esposas aflitas que invocam a protecção divina para lidar com os caprichos da cara metade, é comum o estribilho:

"Que ele não se fixe na beleza do meu corpo, sem se deter na beleza da minha alma".

E esta velha preocupação tem razão de ser: vejo imensos casos de mulheres consideradas belas pelos seus namorados/maridos que, em consequência disso, encontram nos homens que amam uma certa barreira - ora de desconfiança e ciúme (pela fanada e falsa crença de que não há descanso ao lado de uma mulher assim) ora de cegueira para as suas outras qualidades.

 Nem falo tanto da inteligência - creio mesmo que as ideias, tão na moda, "uma mulher bonita tem de provar desesperadamente que é esperta" ou "as mulheres inteligentes afastam os homens" -não podem ser mais disparatadas. A verdade é que poucos toleram uma chica-esperta, seja bonita ou feia...

 Um homem pode perfeitamente apaixonar-se por uma mulher inicialmente pela sua aparência, orgulhar-se de a ter ao seu lado e respeitar-lhe igualmente o intelecto. Afinal, nenhuma relação a longo prazo resiste apenas baseada na atracção física.  Todas as prendas superficiais de corpo e de espírito são decorativas e bem vindas. A formosura, o bom gosto, a discrição, o saber estar, a capacidade de gerir uma casa, de manter uma conversa em público, o próprio sucesso profissional que ela tenha - contribuem, afinal, para o êxito dele. O mal não está, portanto, aí.

 São as qualidades mais intangíveis que podem passar injustamente despercebidas a um homem, ou causar-lhe dúvidas.

Características invisíveis mas essenciais -  como a sinceridade, a profundidade de sentimentos, a fiabilidade, a bondade, a extensão do seu poder de sacrifício, a paciência, a delicadeza de princípios, a devoção, o sentido do dever e de família, a nobreza do coração e em última análise, a intensidade da adoração que ela tenha por ele. 

Sem esses dons do espírito nenhuma mulher, por bonita e capaz que seja, parece atraente durante muito tempo. Mas nem essa confirmação basta a alguns: por vezes um homem  foca-se de tal maneira no aspecto exterior da pessoa ao seu lado, para o bem e para o mal, que se esquece de olhar para o mais importante na sua ânsia de caracterizar, de desconfiar ou de confirmar uma desconfiança para não ser apanhado desprevenido.

 Eis a razão do sofrimento injusto de muitos belos casais que tenho conhecido: é preciso que os aspectos mundanos não tirem a vista ao quilate da alma. 

 Bem dizia Stuart Chase, "for those who believe, no proof is necessary. For those who don´t believe, no proof is possible"...


1 comment:

Urso Misha said...

Das Características invisíveis mas essenciais, não poderia estar mais de acordo, é assertivo, são muitas e até exigentes, mas o que se obtêm é/tem de ser reciproco, o exterior é interessante à 1ª vista, numa relação, não sei como se consegue dar mais valor a uma imagem do que ao valor que uma pessoa contém.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...