Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, March 4, 2015

Para as mulheres que tratam as amigas por «miga»


Ontem estava a planear aqui uma «limpeza de closet», mas desta feita, na cozinha - nem só de toilettes vive a organização - e reparei neste pote muito engraçado que ali estava. Lá em casa gostamos de ter algumas louças rústicas, de barro, tipicamente portuguesas, para servir o caldo verde e afins. Dão muito pitoresco e um sabor óptimo à comida, mas não tinha reparado no cúmulo do pitoresco: é que um pote destes é uma oferta excelente para as meninas que têm o feio hábito de  tratar as amigas por «miga». 

«Miga, vamos ao gym?», «miga, vamos à kizomba?», «força, miga, atrás de um amor vem o outro...não chores que se chorares de noite pelo sol as lágrimas não te deixarão ver as estrelas»,  «miga, gostas das minhas nails?». Claro que o «miga» é eventualmente substituído pelo gaja, igualmente carinhoso...vá-se entender.

Voltando ao potencial do pote, disponível em qualquer feira típica, imaginem: podem presentear aquela vossa colega bem intencionada, boa rapariga, coitada, mas sem grande coisa dentro da cabeça, com um destes: assim ela já tem sítio para guardar recadinhos, retratos e souvenirs das «migas». Avisem-na, no entanto, para não vos colocar lá dentro. Vocês não são migas: amigas amigas, migas à parte.

 Mas o melhorio seria uma «miga» dar um pote destes de presente a outra «miga» assim como pacto de amizade eterna. O pote das migas. O pote delas.

 No entanto, para o par de jarras ficar completo, era preciso inventar um «pote do môr»: nenhuma miga que se preze vive sem as migas e sem o môr

 Visualizem o Ricardão, todo pressuroso a sair do ginásio para ir buscar a Silvana Rosy ao nails corner, com um «pote do môr» cheio de doces lá dentro e com um laçarote por cima. Ou melhor, pôr uma aliança de compromisso dentro do pote do môr.

Acho que acabo de descobrir aqui uma boa oportunidade de negócio para os artesãos deste país.


3 comments:

C. N. Gil said...

És genial!

Acredita, quando eu crescer (o que ainda vai demorar uns anos - afinal ainda só vou na pré-adlescência) quero ser como tu, mas diferente...

...mas só porque sou de um outro género...

:)

Imperatriz Sissi said...

Muito obrigada :D

Obrigada também pelo poema. Conhecia-o parcialmente, mas não na íntegra - recordo-me da parte da cerveja e de ninguém poder beijar Lillith e viver, o que é, creio, retirado ? da epopeia de Gilgamesh, quando ele diz a Ishtar que ninguém pode amá-la e viver.

C. N. Gil said...

Não precisais de obrigadar...

...alias, sendo teimoso e casmurro como sou, se fosse obrigado não tinha dado...

LOL

Aquilo que aparece na epopeia de Gilgamesh deriva desta história.

Sabes, eu católico (embora muito protestante na maioria das vezes), não conhecia minimamente a personagem a não ser de uns quantos filmes de terror de muito má qualidade e mesmo assim nunca ligada a Adão e Eva...
...e eis que, em meados da década passada tropeço num documentário do canal história que conta, por alto, a história dela e de Adão.
Fiquei curioso, mesmo muito, e comecei a vasculhar para ver o que encontrava de credível acerca dela.
A bem dizer, não há muita coisa...
...Existe este poema traduzido directamente dos textos Sumérios que encontrei on-line numa biblioteca inglesa, aquilo que está na epopeia de Gilgamesh e toda uma tradição judaico cristã que deriva do facto de ela ser mencionada pelo nome no livro de Isaías.
Foi por causa desta menção que os Rabi's, através do tornado famoso "código da bíblia" procuraram as referências e compuseram a história que nos chegou dela, daí eu não considerar a história judaica muito "credível".
Mas o mais giro foi encontrar o Arquétipo de Lilith espalhado pelas mais diversas culturas e civilizações, e com pontos comuns.
A Ísis egipcia, a Hecáte grega...
...muitos nomes, muitas lendas, o mesmo arquétipo, a mesma mulher...

Se é verdade que as lendas têm por base algo real, se esta mulher existiu teve um impacto tal em quem a conheceu que o seu nome e história atravessaram 7.000 anos...
...devia ser uma mulher e pêras...

:)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...