Recomenda-se:

Netscope

Monday, March 30, 2015

Sabem aquele momento extraordinário...


... em que se perde a noção do razoável e se deita as culpas ao "caos criativo"? Aconteceu-me esta semana e é muito bem feito, porque não há caminho mais certo para o aperfeiçoamento do que uma boa dose de disparate prévio...

Testam-se os limites, arma-se uma confusão do outro mundo, mas como somos pessoas muito compostas e blasé dizemos a nós próprios que atirar hipóteses a esmo, sem grande ideia do que estamos para ali a fazer nem do que vai sair daquela trapalhada toda, é um estupendo "método de trabalho" e que está tudo controladíssimo.

Não sei se o termo auto basófia já foi cunhado por algum guru da motivação, mas que dá imenso jeito, isso dá. Cuidem-se, guias espirituais do facebook, que ainda acabo a encher o Pavilhão Atlântico com pérolas de auto ajuda destas e a fazer-vos concorrência.

1 comment:

C. N. Gil said...

HEHEHE

O quanto eu te percebo...

Por acaso, muitas vezes, quando estou com a minha banda em pleno processo criativo, o método usado é um bocado esse...

...lançar tudo para um caos desordenado e ver o que sai dali...

Mas também, a bem da verdade, é um método que não é assim tão raro funcionar e é a prova de que a entropia não é inevitável...
...afinal, do mais absoluto caos conseguimos muitas vezes fazer emergir a ordem!

:)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...