Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, April 22, 2015

Descoberta da semana: cuidado com os secadores "santinhos"



Quem nunca ouviu - e seguiu - a teoria os bons secadores têm pouco calor e muito "vento"?. Supostamente... quanto menos agredirmos o cabelo com temperaturas elevadas, mais saudável ele será. 

Mas nos últimos tempos comecei a desconfiar desse mito dos secadores "quanto mais mornos, melhor". 

Nem os resultados me pareciam mais impressionantes lá por usar uma temperatura média (o frizz, quando tinha de surgir, ficava igual ou pior) nem há determinação que aguente estar muito tempo a insistir para que a água evapore, torrando o cabelo na mesma e cansando tanto os braços que não sobra firmeza de pulso para fazer um penteado apresentável. 

Entretanto encontrei este artigo que confirmou que afinal não estou sozinha ao olhar de esguelha para os secadores pouco agressivos e fofinhos que não fazem mal nenhum porque não aquecem muito nem nada.
   Segundo vários cabeleireiros de renome, as melhores ferramentas de styling (não só secadores, mas modeladores e escovas) devem sim ter tecnologia iónica, um botão de ar frio, um difusor fino e turmalina, que amaciam o cabelo.

 Porém...convém que sejam usados na potência máxima. Passo a citar: "provavelmente, está a danificar o cabelo mais do que o necessário. Pode parecer contraditório, mas deve usar as ferramentas quentes na temperatura mais alta. Se preparar e proteger a cabeleira previamente (com produtos de styling adequados) isso não vai causar danos extra, a não ser que trabalhe repetidamente a mesma secção de cabelo. A razão é que o calor danifica sempre, quer estejamos a falar de 200 ou 300 graus. Uma temperatura mais alta significa que o cabelo secará mais depressa, logo, menos estragos".

 Ou seja: a exposição demorada faz pior do que a temperatura alta em si. Além de as mechas não ficarem "fritas" e húmidas por mais que se faça, não se sofre tanto no processo e perde-se menos tempo.

Conclui-se então que os "santinhos" são os piores e que quando se trata de secar o cabelo, perdida por cem, perdida por mil...




3 comments:

sramos said...

Eu não sofro com esses males. Se usar o secador fico com uma juba pior que a de um leão.
Eu sofro só de ver a cara da coitada da cabeleireira quando peço para esticar a minha "santa" juba.

Sandra Marques de Paiva said...

O meu vai arrefecendo à medida que vai secando. Muito à frente :D

Imperatriz Sissi said...

@sramos, isso só é aborrecido se quiser esticar em casa. Digo muitas vezes que quem tem imensos caracóis conta com a vantagem de ter sempre um "penteado". O meu tem ondulação, mas precisa sempre de um pequeno jeito na franja, além de eu não conseguir sair com o cabelo húmido...

@Sandra, não sei se conseguiria trabalhar com uma engenhoca tão sofisticada. Deve ser bom para um brushing meticuloso madeixa a madeixa, e eu sou um nadinha batoteira no dia a dia :D

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...