Recomenda-se:

Netscope

Monday, May 4, 2015

As coisas que eu ouço: duas de bradar aos céus


1- É sabido como é penoso conseguir que um matrimónio celebrado pela Igreja Católica Romana seja considerado inválido ou nulo (por muito que isso desagrade a imensa gente na era em que as relações são descartáveis e poucos têm vontade de cumprir regras mas ao mesmo tempo adoram assinalar a ocasião com os sininhos todos). Porém, conheço casos de pessoas que o conseguiram. Um deles, o de uma senhora que - ou não fosse ela americana-  foi mesmo assim uma cena à Hollywood. Nunca me contaram os detalhes, mas a verdade é que conheceu um indivíduo não sei onde, apaixonaram-se, casaram...e ele quis assassiná-la em plena Lua de Mel. Tentou atirá-la borda fora durante o cruzeiro, nem mais. Sempre gostava de saber onde terá ela conhecido tal biltre, se terão chamado o Poirot para averiguar a ocorrência, como se arranjaram até o barco atracar e, mais importante, como é que não viu os sinais, porque os maluquinhos costumam dar pistas. Certo é que escapou e se desligou do escroque tanto no céu como na terra, que foi um ar que lhe deu. É caso para dizer, como uma pequenita minha conhecida "mas como é que casaste com esse homem? Foi mesmo amor à primeira vista!" . Ou para exclamar, como se diz na minha terra, "rai´s te partam, casamento".




2- Uma amiga minha (habitualmente super organizada) andou tão desatinada esta semana que - entre outras calamidades-  inundou a casa de banho enquanto trocava mensagens no telemóvel. Não contente com isso, antes de dormir pôs as lentes de contacto num copo (esquecera-se da caixinha das lunettes) e a meio da noite deu-lhe sede, encheu o copo com mais água e zás- bebeu água e lentes e tudo. O caso é considerado um mito urbano, mas não é inédito: depois de nos termos rido bastante com o disparate, dei-me ao trabalho de pesquisar e parece que já houve até pessoas famosas a fazer o mesmo.


  Ficou super enjoada com este levar a extremo do ditado amiga é nossa barriga e não há-de ela doer que lhe deixou a sensação de ter borboletas na dita cuja sem ser por uma razão boamas diz ela que agora vai apurar a sua visão interior.

Olha se os gurus de auto ajuda descobrem esta...

1 comment:

Sandra Marques de Paiva said...

hehehehehehehe. Há dias assim ;)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...