Recomenda-se:

Netscope

Sunday, May 10, 2015

Sabem porque é que é importante ser boa pessoa?





Mas assim mesmo muito, muito boa pessoa? Toda bondade, virtude, fortaleza espiritual, caridade, paciência, perseverança, humildade e amor ao próximo? 

Ser a alma mais perfeita que se consiga, capaz de todos os sacrifícios, de todos os heroísmos, de dar a outra face, de perdoar os inimigos, assídua na devoção e nas obras de solidariedade, a fazer boas várias acções por dia e no mínimo, um exame de consciência todas as noites? 

Não é só porque se todos tentarmos ser assim, este mundo é um paraíso daqui a nada. 

Não é só uma questão de elegância interior, sem a qual de nada valem a beleza, a riqueza, o sucesso e as casas/roupas/carros bonitos.

Tão pouco uma questão de consciência, religião e/ou de respeitar, no mínimo, as regras de boa sociedade.

É porque, meus queridos amigos e amigas, neste mundo para bater as botas basta estar vivo; às vezes vai-se na rua e zás, é um ar que lhe dá. Num momento está-se cá, no outro vai-se para as alminhas. Ora, uma pessoa que ande por aí a fazer maldades, a provocar sofrimento aos outros, a cair em soberba, a espalhar mexericos, a cometer traições, a cobiçar os bens alheios, a apertar o pescoço a pessoas e bichos, a ser gananciosa e egoísta... enfim, má como as cobras, pode ter um badagaio de repente, sem tempo para se redimir e zás, vai direitinha para o inferno. 

 Pois o Inferno, além de Hitlers, Maos Tse-Tungs, Estalines e (isto não sei, mas é cá um palpite) pessoas chatas, há-de estar pejadinho de gente com este aspecto:


 Nem toda a gente acreditará no Inferno, mas...querem mesmo arriscar? I think not.



No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...