Recomenda-se:

Netscope

Monday, June 15, 2015

Moral amoral do dia





Estava eu a preparar um post sobre a evolução das silhuetas femininas da Belle Époque para cá, precisando para isso de exemplos de it girls de cada década, mais coisa menos coisa - ou seja, de um retrato de corpo inteiro por tipo. De preferência com o estilo de roupa que estava na berra na altura.

Então não é que foi MESMO difícil encontrar imagens que não fossem ordinarecas, ridículas ou sem roupa de algumas das senhoras? Vi-me aflita para que o nível cá do salão não descesse por ali fora...

Pelo andar da carruagem, estava a ver que me saía um post de "sucesso".

Ou apareciam muitas fotografias de rosto, o que não servia para ilustrar a ideia, ora sem roupa nenhuma, ou com farrapos e poses que pouco mais adiantavam. E estamos a falar de modelos famosas e actrizes que fizeram escola, não de glamour models... 

Já agora, a título de curiosidade histórica, as décadas que me levantaram mais dificuldades foram os loucos anos 20, a década de 80 e...claro, a nossa - esta última não tanto pela ausência total de tecido, mas pela sensualidade boçal e forçada e pelos trajes de péssimo ar. A forma de revelar o corpo feminino em fotografia, ainda que integralmente, era mais inocente - e elegante - em tempos idos. Fazia-se moda, fazia-se arte...actualmente a diferença entre isso e a Playboy é mínima. 

  Mas o mais estranho será pensar no que passa pela cabeça de algumas das protagonistas dessas imagens - algumas ainda jovens. Uma pessoa sabe que uma modelo ou actriz trabalha com a sua figura e que ter alguns retratos mais ao natural faz parte. Porém, deve ser esquisito olhar para trás e ver pouquíssimos instantâneos com alguma coisa vestida. Acho que devem chegar a velhinhas e pensar "não me lembro nada como era a roupa no meu tempo!" (e não, não é maleita da senilidade) ou "muito friozinho devo ter apanhado!".



No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...