Recomenda-se:

Netscope

Monday, July 27, 2015

Cuidado com as peças-tentação-do-capeta (ou não)


Por estes dias falámos nos ai Jesus do guarda roupa. Mas há uma subcategoria dentro disso que nos dá muita alegria...embora cause complicações.

São as peças-tentação-do-capeta . Ou seja, as que encaixam na categoria de ai-Jesus e que por isso não resistimos a experimentar na loja, rezando para que não fiquem tão bem como isso ( porque afinal, já temos uma série de coisas parecidas) mas depois nos caem tão a matar, mas tão a matar, que têm de vir para casa connosco. E depois de virem, são fortes candidatas a tornar-se oficialmente ai Jesus.

Esta síndrome surge muito quando uma mulher já se conhece, logo sabe o que favorece a sua silhueta (tudo na vida tem os seus senãos) e resistir-lhe exige bastante auto domínio, bem como olho clínico para distinguir algo que realmente é bom de "mais um vestido do tipo que costumo usar". Há que separar a regra de smart shopping "compre quando há e pode" das ilusões passageiras.

 Mas custa, convenhamos; e quanto mais conhecimento do assunto se tem mais fácil é vislumbrar, lá no fundinho dos expositores, aquela peça ideal a luzir para nós. Clique instantâneo, nem que se vá apenas acompanhar uma amiga às compras e nem se tencione abrir a carteira. 

 Digo isto em modo bem prega Frei Tomás, porque tenho sérias dificuldades em resistir a um sheath dress, a uma saia lápis bem cortada, a calças cigarrette ou skinny que cingem a figura como um passe de mágica, a um casaco cintado, a uns scarpins clássicos que dão a qualquer mulher uma passada de gazela ou a botas compridas que alongam até ao infinito.


Pior ainda? Há roupas que é melhor não levar vestidas quando se vai às compras, porque combinadas com as peças que inevitavelmente acabamos por experimentar, o efeito é devastador. Tudo parece lindo, como certos bolos que são apelativos, nem que não gostemos de bolos, só porque o glacé é colorido...

Por exemplo, livrem-se de ir comprar casacos ou vestidos acima do joelho com umas cuissardes calçadas - a não ser que os queiram só para vestir com cuissardes, claro. O pior saco de batatas, acompanhado pelo raio das botas, faz qualquer pessoa minimamente esbelta parecer uma supermodelo.

Também não vão comprar t-shirts com as vossas calças ai Jesus ; sabem, as calças que vos elevam a auto estima a níveis insuportáveis. Vão favorecer qualquer farrapo, já se sabe.

E qual é a salvaguarda no meio disto tudo? É que felizmente ou infelizmente, as peças perfeitas são raras. É muito mais comum ir às lojas e não encontrar nada que agrade- valha-nos isso!

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...