Recomenda-se:

Netscope

Monday, September 21, 2015

3 memes que descodificam as mulheres malucas.


Lembram-se de termos dissecado o comportamento das serigaitas (nomeadamente no cenário das redes sociais)? 

Para grandes males, grandes remédios: por cada flausina descaradona que anda nos social media a perder as almas, há um observador que as topa perfeitamente e cria memes de acordo, em modo #vergonhanacara . Afinal, uma imagem vale mais que mil palavras...

1- Ai que carência, ai que desespero...



aqui se disse, se alguém é nosso amigo (ou um conhecido que por acaso publica coisas que nos interessam) é natural que haja interacção. 

 Isso só fica estranho quando uma pessoa, assim do nada, adopta um comportamento perseguidor, gostando/ comentando cada passo, ou quase, que se dá - com o óbvio propósito de engraxar ou chamar desesperadamente a atenção. 

Até parece que activou as notificações para saber quando publicámos alguma coisa (e se calhar activou mesmo). Aí torna-se um bocadinho sinistro.

 Quando uma mulher é alvo de "chuvas de likes" de um homem que não é da família ou velho amigo; se beltrano gosta TUDO o que ela partilha (até status sobre maquilhagem) é simples: anda à procura de conquista fácil. 

Mas no caso masculino é pior.  Quando um homem arranja uma fã maluca, a coisa é mais preocupante.  Se não se publica um "ai" sem   que ela imponha a sua presença, desenganem-se: ela não está a pensar só numa aventura. 

Já anda a imaginar uma vida a dois, os nomes que vão dar aos filhos e se calhar, como boa maluca, até já contou às amigas e parentes, tão malucas como ela, que desencalhou.

Se além dos likes a toda a hora, o alvo começa a ser "invadido" de comentários de amigas dela a tentar fazer o arranjinho (ou as imagens da menina ficam subitamente pejadas de elogios das "migas" a despropósito, ou o mural dela se enche de memes e frases românticas e "sensuais") um homem sensato começa a correr a bom correr. Puseram-lhe a cabeça a prémio e há recompensa para quem o apanhar vivo. 

2- Serigaita amiga do alheio



É claro que nenhuma mulher segura de si (e com mais que fazer) é coca- bihinhos com o perfil da cara metade. Era o que faltava, fazer de polícia... 

Senhoras com "S" maiúsculo aplicam ao seu namoro/casamento a boa regra "se quiseres bem viver, é confiar até ver", ou seja, perfeita confiança até prova do contrário. Até porque aprenderam a ouvir o seu ordinarómetro, logo terão à partida afastado homens pouco sérios, daqueles que têm imensas amigas, dão troco a tudo e não vêem mal nenhum em nada até o caldo se entornar.

Mas se apesar de tudo isto há um ser de saias que dá nas vistas, se o festival de likes em imagens dele (mas nunca nas vossas) é de tal ordem que chama a atenção até da mulher mais tranquila, se o desconforto se instala, é porque há motivos. Não necessariamente para o acusar de alguma coisa, mas para ele, como homem a sério, pôr categoricamente termo à brincadeira, or else. Quanto mais não seja, a rapariga em causa é de uma grande má criação e está a
 faltar-lhe ao respeito descaradamente, agindo como se a namorada do "amigo", ou conhecido, não existisse. E nenhuma mulher bem intencionada faz isso, seja pessoalmente ou em território virtual.


3- E o que acontece quando um homem responde?


Ora, acontece isto, tal e qual. Não, não é exagero algum. Enough said. Estais avisados.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...