Recomenda-se:

Netscope

Thursday, October 1, 2015

Mães, tias e irmãs mais velhas, preparem o chinelo que isto é sério.


Hoje partilharam comigo esta linda página brasileira, que pelos vistos é do agrado de muitas adolescentes portuguesas. Diz que a MC sua autora é outra campeã (ou como elas gostam de dizer, "princesa")  do swag e duck faces, que se dedica às costumeiras rimas sobre amizades, namoros, invejas, intrigas e traições com um ou outro palavrão pelo meio.

Até aqui, nada de novo. O que me fez confusão é que ao que parece, a menina - que não deve vir de um meio muito recomendável ou se veio, desceu muito - é uma das responsáveis pelo cultivar da moda (velha, mas novamente popular graças às redes sociais) de pequenas muito novas tratarem as amigas por p*** ou nomes de animal de presépio. Como sinal de "carinho", nota bene!

A cantiguinha que me enviaram para exemplo nem teria nada de mal - pelo contrário, seria um singelo hino às amizades adolescentes que todas tivemos e que continuam pela vida fora - não fosse ela mimar a melhor amiga com o doce nome de minha (ai Senhor, cá vai) "vaca". Assim, sem mais nem menos. Ainda pensei pôr a palavra entre asteriscos, mas nome de bicho não é asneira. E pronto - nem minha Mimosa, nem minha Milka, ou coisa que o valha. 

Urge sentar estas pequenas e explicar que amigos tratam-se com respeito ou ainda que tenham certas tolices arrapazadas na sua privacidade, isso não se escreve em público. Evocar o exemplo, o hábito, mostrar melhores referências, declarar categoricamente "os outros até podem dizer isso, mas nós não". Recordar que uma menina deve ser, acima de tudo, elegante.

Se já tínheis notado o fenómeno ignorando de onde raios veio tal coisa porque ninguém educou a pequenada lá de casa assim, estais informadas; convém ir buscar a pantufa e entrar em modo chinelo canta, moral avança. Afinal, bem diz o povo: casa que não é ralhada não é casa bem governada.

2 comments:

Raque Henriques said...

Sissi, eu já conhecia a moda das adolescentes agora agora tratarem as amigas com.estes nomes, como se estivessem a dar um enorme e carinhoso elogio. Apenas não sabia donde vinha...com que então uma jovem brasileira que se dedica a esta "arte" de catalogar.
Por acaso não tenho filhas, sobrinhas ou netas que tenham adquirido esta moda, mas para quem já tem casos de contágio na família direta, comungo da tua ideia, é explicar que não são maneiras de um ser humanotratar outro, e deixar que o chinelo persuada...

Só ontem tive conhecimento do teu blog. Pelo que já li, é um espaço que defende a boa moral, costumes e maneiras, estou certa?
Identifico-me com esta maneira de ser e por isso fiquei presa ao te blog e tenho andado a ler os teus posts e sinto-me em casa! É como se estivesse num salão clássico, vestida de forma clássica e a tomar chá com senhoras clássicas de bom gosto e moral.

Raquel

Imperatriz Sissi said...

Exactamente, Raquel! Que bom :) Sê muito bem vinda. Beijinho.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...