Recomenda-se:

Netscope

Friday, October 30, 2015

Ó avozinhas, que desvergonha.



A Casa do Povo de Ermesinde decidiu criar um calendário para angariar fundos - um calendário sensual (tinha de vir o palavrão) a provar que as idosas também podem ser bonitas e sexy.

Antes de mais, deixem-me que vos diga que não acho a intenção má em si mesma. As senhoras são bonitas, alegres e um calendário de avozinhas é uma iniciativa perfeitamente adorável, dá rostos à instituição, chama a atenção e em essência, é mais que positivo as pessoas continuarem a pôr-se e sentir-se belas em qualquer idade. Olhem para a Betty White, que é giríssima, ou para blogs como o Advanced Style, cheio de lindas anciãs. E se quisermos ser mesmo radicais e levar o assunto para a brincadeira, é sempre possível fazer algo irónico,  ao estilo the roof is on fire:


Desafiem-me a criar o styling para um calendário do género e colaboro com o maior gosto. Não é difícil criar doze imagens temáticas protagonizadas por idosas sem faltar à elegância, a sério. Uma avozinha bonita com um tabuleiro de bolachas a sair do forno; uma avozinha fantasiada de mãe Natal desde que o vestido lhe assente bem, porque não? Uma senhora dos seus 80 com um belo vestido antigo a ser cortejada por um cavalheiro da mesma idade, num retrato a sépia - encantador!

Mas atenção à palavra, gosto  - e gosto é o que faltou aqui. Para um calendário assim funcionar sem faltar à dignidade dos envolvidos e ser esteticamente apelativo, é preciso bom senso às carradas. E pôr uma senhora de chicote na mão, ou a levantar as saias, em cenários duvidosos e com uma fotografia cruíssima, não é maneira de retratar a beleza da terceira idade. É faltar ao bom senso, ao respeito e ao bom gosto. É cair no ridículo, na caricatura...chega a ser triste de ver, por muito nobre que o intento seja, por muito que se queira brincar com o tema, por mais que se tenha conseguido o objectivo de pôr a Casa do Povo de Ermesinde na boca do povo, passe o pleonasmo. 

É caso para dizer - fosse minha avó (todas elas que me desculpem, onde quer que estejam, por colocar sequer tal hipótese!) e tínhamos aborrecimentos, ó se tínhamos.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...