Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, November 3, 2015

5 peças realmente "adelgaçantes"


Nunca acreditei lá muito na frase da Duquesa de Windsor: "nunca se pode ser demasiado rica ou demasiado magra". (Há ainda quem acrescente "demasiado loura"). Ser demasiado rica é relativo, mas se descamba em ostentação, egoísmo e mau gosto, às tantas existe um too much. Quanto a ser demasiado magra...além das questões de saúde, há sempre um demasiado magra ou demasiado cheiinha (gorda já nem falo, pois convém não chegar a tanto) para cada mulher.  Adiante.

Em todo o caso, quase ninguém gosta de roupa que "engorda" - por muito esbelta que se seja é sempre desagradável perceber que se ganhou uns "centímetros mentirosos" por causa da roupa. É ter fama sem proveito. E na era das câmaras por toda a parte e das selfies, pior, pois as lentes acrescentam sempre alguma coisinha.

Never fear: há que combater ilusões de óptica com ilusões de óptica. Já vimos aqui em detalhe os melhores truques de styling para parecer mais esguia, mas entretanto encontrei este artigo e não concordando a 100% com todos os aspectos (uma saia linha A não favorece toda a gente, por exemplo) decidi criar uma versão que me parecesse mais...bom, à prova de erro. Aqui vai:

1- O vestidinho preto perfeito
Dolce & Gabbana F/W 2015

Este amiguinho básico parece não ter muito que saber, mas calma: embora um vestido preto seja sempre um bom começo (ou a escolha mais inofensiva), para esse famoso efeito adelgaçante universal convém encontrar o modelo que favorece todo o mulherio: imediatamente abaixo do joelho, de um tecido consistente e de qualidade, que abrace as formas sem colar, com um ligeiro decote e de preferência, com mangas a 3/4.

2 - Os jeans escuros certos
Saint Laurent

Denim escuro, sem brilho, sem costuras contrastantes, bolsos exóticos nem lavagens estranhas são a escolha mais elegante, mais versátil, intemporal e que mais emagrece, ponto. Não vale a pena sustentar o contrário. Também convém que sejam de cintura subida q.b. para acomodar a zona da bacia e das ancas sem comprimir, sem pressionar a pele (o que inventa ou realça "gordurinhas")  e de modo a realçar a zona mais esguia do corpo (que na maioria das mulheres é a cintura). Mas é claro que "comprar uns jeans subidos e pronto" não funciona para toda a gente, com vimos em detalhe aqui e aqui.

3 - As calças clássicas, pretas, ideais
Akris

Todas as mulheres precisam absolutamente de umas calças pretas clássicas e afuniladas, sejam cigarrette ou de corte estilo jodpuhr. Aquelas que se vestem sem pensar duas vezes faça frio ou calor, que caem a matar e que combinam igualmente com bailarinas, botas, botins, scarpins ou sandálias; que consoante se usam com uma t-shirt ou um top de seda dão para o dia ou para a noite e que uma vez encontradas, são elevadas ao estatuto de uniforme.
 Mas atenção- não faltam publicações que agora recomendam "calças curtas no tornozelo" como panaceia para parecer automaticamente mais longa e mais esguia. Devagar com o andor: se quer que "emagreçam", é preferível evitar pinças na  zona  das coxas; depois, certifique-se se não são excessivamente curtas; se terminam na parte mais magra do tornozelo (que costuma ser quase sobre o artelho) se o tecido é de qualidade, e se a cintura, alta q.b., está confortável.

4- O top dos tops
Top H&M
Tops escuros de algodão com um decote redondo (ou mais democrático ainda, em V) e mangas compridas ou a 3/4 funcionam para todas as mulheres, desde que escolhidos no tamanho certo. Os melhores cobrem adequadamente a zona dos rins (ou seja, não sobem pelas costas se precisar de se baixar).

5- Saltos médios, sólidos
Zara

Seja em botim, sandália, sapato ou bota- um salto largo, mas elegante, que dê estabilidade ao andar e favoreça as pernas enquanto permite caminhar confortavelmente é a pedra filosofal do calçado. Se a ideia é parecer mais esguia, não há nada pior do que saltos baixos demais (que podem dar um ar desleixado, não alongar o suficiente ou convidar à má postura) ou altos demais (que além de ficarem vulgares e serem desconfortáveis, muitas vezes distribuem mal o peso do corpo, logo obrigam a fazer força no tornozelo e nas coxas... o que dá a ilusão de extremidades mais fortes, quando deviam fazer exactamente o oposto). 

*Veja aqui em pormenor os melhores modelos de calçado para parecer mais longa e esbelta).








No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...