Recomenda-se:

Netscope

Sunday, December 13, 2015

Era uma vez uma linda maquilhagem (não fosse por dois detalhezinhos que dão ar de serigaita)


De quando em quando gosto de aprender novos truques de maquilhagem, em particular no que se refere aos "desenhos" para os olhos. É que as possibilidades são infinitas e há sempre algo de novo que se pode fazer com aquele pincel ou aquela sombra que ainda usámos pouco. E ando mais entusiasmada desde que me rendi à táctica do arquivador que partilhei aqui, porque ter tudo à mão é meio caminho andado para poder dar largas à criatividade.

Ora, a Cosmopolitan britânica publicou duas sugestões de looks de festa para quando se está com pressa (uma com destaque para os lábios, outra a realçar os olhos)- e posso atestar que funcionam, pois são do género que costumo usar quando preciso de estar pronta para um evento em pouco tempo.

  Este esfumado com brilho em tons de bronze seria lindíssimo - tenho visto e usado visuais semelhantes com bons resultados - se não fossem duas coisinhas que, quando as vejo noutras mulheres, me parecem sempre tornar o look imediatamente menos sofisticado.

Primeiro, a cor do contorno (aqui foi usado eyeliner gel, mas consegue-se o mesmo com sombra) - estas cores irisadas que nem são preto, nem azul, nem cinzento, soam-me imediatamente a maquilhagem de qualidade inferior, menos pigmentada, com uma cor pouco definida
 (ou lembram-me as mulheres que não sabendo pintar-se, usam uma sombra azulada e pronto). Para isto um antracite opaco, preto ou castanho escuro, esfumado junto às pestanas inferiores para não ter aquele aspecto de "Emeralda, a vidente de feira" dá logo um aspecto mais definido e dispendioso. Mas este cor-de-burro-quando-foge devia ser baptizado de "cinza serigaita", pois é esse o ar que dá...



E depois zás, rematam-lhe com um gloss (sou suspeita, embirro com gloss) que também é rosa-serigaita. Aquele rosinha azulado que nem é bem bubblegum, nem é bem nude, nem é bem coral e que todas as flausinas usam, vá-se lá saber porquê. Um bálsamo em lápis num rosa discreto, mas mais aberto, faria outro panache.

E pronto, nestas coisas de ser e parecer convém ter atenção a coisas tão subtis como o tom errado...alguma dessas youtubers especialistas na matéria podia mandar à revista uma versão melhorada e mais elegante da sugestão. Fica o desafio.




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...