Recomenda-se:

Netscope

Sunday, December 27, 2015

Papa Bento XVI dixit: Beleza que liberta


O Papa Emérito encantado com um simples fogo de artifício em 2007
"A beleza é também reveladora de Deus porque, como Ele, convida à liberdade e arranca do egoísmo"

Embora a Beleza se possa encontrar nas linhas simples e austeras e nos ambientes mais espartanos, será mais fácil cada um sair de si mesmo, esquecer a incessante conversa interior, quando está na presença de algo magnífico - seja música gloriosa, a majestade e detalhe de um edifício, de uma obra de arte ou de algo mais mundano como roupas bonitas, flores, ou a pura beleza física. Repousar os olhos, distrai-los com algo de belo e harmonioso liberta a imaginação, acorda a sensibilidade, faz esquecer o acessório. Embora conheça muitos Protestantes devotos e bem intencionados, a ideia de prestar culto num espaço que lembrava uma sala de aula maçadora - com direito a alcatifa, cadeiras forradas a tecido sintético e painéis de contraplacado com dizeres bíblicos parecia-me sempre um pouco triste. Os Cristãos primitivos reuniam-se nas catacumbas...mas mal ou bem, numa catacumba há ambiente e mistério. O Presépio era simplicíssimo - mas tinha o pitoresco da pedra, dos animaizinhos e a abóbada celeste em todo o seu esplendor, dourando a manjedoura. 

Religião à parte, a Beleza pode criar-se em todo o lado, basta reparar nela e puxar por ela: triste é quando as pessoas se ufanam em desprezá-la, ou a consideram, erradamente, um luxo. Como as mulheres que se desleixam por serem mães, ou as pessoas que não fazem por tornar a casa apresentável porque não podem, de momento, redecorar como gostariam.  Em tempos tive de comprar, porque tive, um livro que falava sobre os detalhes da decoração nas habitações indianas de bairros humildes. Fascinou-me como no meio de uma pobreza que por vezes é abjecta, como sabemos, aquelas pessoas procuravam colocar um bocadinho de beleza que fosse no local onde viviam e nas roupas ou adornos que usavam diariamente. Quem não tinha recursos para usar pedras preciosas, aplicava vidrinhos coloridos- nas pulseiras e a fazer de mosaico nas paredes. E assim por diante. E de resto, quem se ocupa a tornar-se mais belo a si próprio, ao ambiente à sua volta, ou simplesmente a embelezar um pouco o dia, seu e dos outros, tem menos tempo para pensar nos seus problemas. 

Um pouco de beleza por dia - seja criando-a, reparando nela, conservando-a, levando-a aos demais - é um santo remédio. O mundo tem demasiadas coisas feias, mas por cada aspecto inestético e deprimente há 10 coisas bonitas com que podemos entreter-nos. Basta ter olhos para ver...e brincar à alma de artista uma vez por outra.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...