Recomenda-se:

Netscope

Monday, December 14, 2015

Só me faltava cá esta: Smarties que sabem a perfume


Cada dia, uma novidade. E há novidades que só servem para nos arreliar. Eu cá não sou muito de Smarties, aliás- cá entre nós gosto muito de chocolate, mas nem tanto de chocolates. Mais facilmente aprecio um brownie ou uma mousse ao lanche (se é para comer doces, que seja quando é preciso consumir calorias) do que me deixo tentar por bombons ou tabletes, excepção feita ao chocolate preto para petiscar entre refeições. Mas pronto, se houver Smarties, Maltesers, Pintarolas ou qualquer outra coisa também não digo que não, que torcer o nariz a tudo torna as pessoas amargas e maçadoras, cheias de "não me toques que me desafinas".

Esta semana alguém se lembrou de trazer esses comprimidinhos coloridos e, apetecendo-me um com o café, ia a estender a mão para a caixa...eis que me avisam: "olha que já provámos e essas Smarties sabem a perfume". Say what? Está bem que agora andam na moda umas maluquices exóticas: flores comestíveis (não tão exótico para quem cresceu no campo, conheço umas quantas que se podem comer sem cair para o lado) água tónica com sabor a violetas ou coisa que o valha... e por aí. Mas Smarties a saber a perfume pareceu-me um exagero. É certo que agora já tentam impingir às crianças lanchinhos biológicos e que se tira o açúcar e o sal a tudo, mas daí a acrescentar burguesices e hipsterzices às pobres das Smarties, uma coisa tão infantil, tão inócua, tão cuti-cuti...seria um crime contra a nostalgia da nossa infância. 



Assumi que quem provou devia ter comido pastilhas ou bebido chá de menta antes, criando essa estranha impressão. E aventureira como de costume, lá provei uma Smartie amarela - porque com essa cor não podia ter sabores esquisitos, pois não? Lá que fosse violeta ou azul, ainda vá; esses tons costumam encerrar algumas surpresas. Mas com o amarelo é impossível errar...achava eu.



Pois, meus ricos amigos: rompida a barreira de corante que dá acesso ao chocolate tão característico que todos conhecemos, eis que aquela bodega sabia mesmo a perfume! Ou a sabonete (que atire a primeira pedra quem nunca provou sabonete em pequeno, acidentalmente ou não), ou a creme extra perfumado -  a produto de higiene, em suma. Foi assim um momento à feijões de mil sabores do Harry Potter.

 Não sei se houve erro na fábrica ou se a marca perdeu totalmente o juízo, o certo é que não toco em tal coisa tão cedo. Gosto muito de cosméticos, mas não para os consumir desta maneira...a não ser que a Smarties venha garantir, por A+B, que a novidade se destina a lavar a alma, a dar aqueles "banhos por dentro" de que falava o João da Ega.





2 comments:

C.N. Gil said...

Deixa estar...
...agora, a seguir, laçam um perfume com cheiro a Smarties e pronto, fica o intercâmbio feito...

:)

Imperatriz Sissi said...

Era capaz de resultar melhor! Gel de banho de chocolate já há...

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...