Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, January 13, 2016

Há pessoas tão sem graça, tão sem graça...


...tão sem opinião, tão tíbias, tão neutras, tão vira-casacas, tão incapazes de tomar um partido ou de jurar qualquer lealdade, tão "nhê", tão sonsas, tão cobardolas, sem espinha dorsal nem para dizer "discordo" ou "não simpatizo contigo nem com molho de tomate" e tão enjoadas que o único insulto que lhes vai bem é este: és tão interessante como uma caixa de chuchus. 

Visto aqui, não inventei nada. Mas sinceramente nem sei se é injúria, a não ser contra os pobres chuchus que apesar de não saberem a nada, de não serem carne nem peixe, nem fruta nem vegetal, até são uma hortaliça-fruto bastante saudável; bem acompanhados, servem de base para muita coisa e grelhados com piri piri até escapam...

Nunca na vida verão um chuchu assim!

Acho que comparar gente assim a uma caixa de chuchus não é uma ofensa: é uma mera descrição, ou até um elogio.Um chuchu pode ser insosso, mas não incomoda nem comete deslealdades. Um chuchu não tem amigos, não intervém, é sempre impávido e sereno, não aparece em público a não ser na banca da mercearia, logo não precisa de escolher lados nem tomar decisões, por isso nunca age mal em modo passivo-agressivo.

Ainda assim, dá vontade de dizer isto a alguns sujeitos. É que pessoas-chuchu conseguem ser pior que pessoas-nabo, e olhem que ser uma pessoa-nabo não é lá grande coisa. Sabem quando aprendem um disparate novo, ficam ansiosos por poder estreá-lo e andam umas almas mesmo a pedi-las? Pois.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...