Recomenda-se:

Netscope

Thursday, March 17, 2016

Bem prega Soror Sissi, põe like no que ela faz, não faças o que ela diz?





O mais giro de ter um blog é que - seja um Pequeno e Médio Blog ou um grande blog - 
vai-se criando uma comunidade. É como um clube onde se juntam pessoas com ideias semelhantes ou que, ainda que não concordem em todos os aspectos, se interessam pelos mesmos temas.

Quando chamo "salão" a este cantinho é mesmo o que sinto: que já conheço quem passa por cá e que quem lê já me conhece também. Um blog não vive sem os seus leitores. E sobretudo não vive sem habitués (obrigada! obrigada! obrigada!). 

Ora, quando se trata de uma página com ideias como as desta, um pouco caretas e que fogem ao mainstream, acontece muito aquilo que já temos discutido: há quem diga "gosto muito de ler, mesmo que não concorde com tudo" e "aqui dizem-se coisas que as pessoas até pensam mas não afirmam com medo de ferir susceptibilidades" ou ainda "nunca tinha reparado nesse aspecto; vai-se ficando insensível até alguém apontar que isso não é normal". Se calhar também há quem se ofenda e nunca mais cá volte, mas esses raramente comentam por isso fico-me numa abençoada ignorância, já que detesto debater...

Como também já comentei algures, fico contente com isso porque é exactamente o que penso em relação à maioria das páginas que aprecio. Gosto delas porque dão eco às minhas próprias ideias ou porque precisam coisas que já me tinham passado pela cabeça mas não sabia bem que nome lhes dar. Mesmo que não esteja de acordo com tudo o que lá se escreve. O que interessa é despertar consciências, dar forma às coisas, estar atento ao que se passa - fazer um pouco de tertúlia, em suma, de preferência com bom humor.



Quando aqui se aponta o ridículo, é no espírito de não ir com a carneirada sem questionar, vulgo "ei! Já repararam nisto? Já viram que toda a gente acha isto bonito, ou normal, mas se calhar não é bem assim?".

Mas depois há outro tipo de amigo/seguidor/leitor que me intriga. É o que concorda com tudo, acha imensa piada, diz que sim senhor, até partilha para os amigos (e nós agradecemos) mas depois vai e faz exactamente o contrário. 

Atenção: não que tenham de me dizer que sim a tudo ou fazer como eu acho melhor, Deus me livre; o blog não é uma democracia mas isso limita-se à decisão sobre os conteúdos, não ao que as pessoas fazem com eles depois. Ninguém pretende criar um movimento, nem uma seita, nem ter um exército de cyborgs (bom, isso teria graça mas dominar o mundo há-de ser uma canseira e uma sensaboria: se toda  agente se portasse bem, depois troçávamos de quê?). Só me parece esquisito. 


Há quem considere engraçadíssimo que aqui se faça pouco das unhacas ou da ostentação pateta de comida, por exemplo, mas depois não resista a exibir o último verniz gel com bolinhas que pôs (ou pior, "meteu") para a última jantarada de sushi com as "migas". E eu olho e fico assim, O_O, desculpem lá o boneco. 

Já houve até quem, seguindo atentamente o Imperatrix, estando careca de saber como aqui se pensa - e segundo disse,gostando muito do blog - ficasse muito magoado quando, por uma daquelas coincidências, aqui se criticou algo em que por acaso essa pessoa tinha estado envolvida. Era de estranhar, quando a dita iniciativa estava mesmo a pedi-las...

Têm-me dito "o pior é que quem precisava de ler alguns textos teus não passa por cá". Certíssimo. Mas que quem lê e está de acordo faça precisamente o oposto, das duas três: ou tem uma grande capacidade de rir de si mesmo (a), o que é fantástico, ou acha-me graça mas não me leva a sério (o que não faz mal nenhum; também não me levo demasiado a sério, que isso é sinal de grande ego e pouco tino) ou está a gozar consigo próprio (a), ou comigo, nem sei.

É claro que eu preferia não fazer zangar ninguém com este post. Só estou a reparar, como reparo em tudo, por uma questão de coerência...


4 comments:

Carla Santos Alves said...

Chama-se: vida real!
É o desejável? Não.
É bom senso? Não.
Mas é mesmo assim, então aqui pelos blogues é isto mesmo.
Eu criei o meu blogue há 10 anos! Começou por ser um babyblogue. Tinha imensos seguidores e imenso comentários diários.
Depois, continuou a ter o mesmo registo e agora não é um babyblogue porque os meus filhos cresceram , mas é um registo das coisas giras ou não assim tão giras!Os comentários são quase inexistentes...isso importa-me? Não.
Mas revi-me algumas vezes na situação abordada neste post, são verdadeiras incongruências...deixá-lo (como diria a minha avó).

Eu acuso-me como seguidora. Gosta da sua abordagem a quase todos os temas. Quando gosto comento. E quando não concordo, acho que ainda assim se aprende alguma coisa, por isso bem-haja.

Susana said...

O que me ri agora. Mt bem. Identifico-me bastante com os conteúdos, não de forma extrema em tudo. P.ex adoro cozinhar e receber, sempre gostei, mas adquiri uma bimby e adoro tb por tudo o q me auxilia fazer em pouco tempo permitindo-me caprichar ainda mais na recepção dos convidados, na mesa. Mas não deixo de rir e reconhecer figuras típicas. Não é por isso q vou fazer o comer saudável e posta-lo a meio mundo. (frase em jeito ironico). Pq bimbys, ginásios com Carloes, unhas de gel, danças, ceroulas do demo, podem fazer parte da nossa vida desde q utilizadas na medida certa e com sensatez. Não temos de conviver com os Carloes, nem usar gel em modo garra. Até as ceroulas podem ter lugar numa indumentária. Entenda-se as situações a q se refere a Sissi aceitemos com graça pq no mínimo aprendemos aqui umas coisas.

gisela pascoal said...

Relativamente a estes textos que acho fantásticos, digo isto sinceramente, existirão sempre pessoas que concordam e outras que discordam o que é normal. ou até outras que nem sequer lêem devidamente e dão a opinião, no entanto o facto de ficarem chateadas ou aborrecidas com o que se diz, num país livre, não lhes vale a pena nenhuma. E ainda bem! Beijinho

Imperatriz Sissi said...

@Carla, obrigada :) É mesmo "deixá-lo" (a avó também dizia essa). O seu blog dá para seguir via FB?

@Susana, muito obrigada! É isso mesmo. Não são as coisas per se. A Bimby pode ter utilidade (ainda não descobri, mas não digo desta água não beberei) o fanatismo é que é cómico. As ceroulas dão jeito para usar em casa e há versões espessas que podem ser levada para a rua com certas fatiotas. O gel nas unhas pode ser discreto como um verniz normal (embora eu ache que faz pessimamente e é desconfortável de pôr e tirar). Beijinho.

@Gisela,é a beleza da democracia. São livres de dizer "a Sissi é uma abécula" e eu livre de troçar quanto me apeteça. Beijinho.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...