Recomenda-se:

Netscope

Friday, April 8, 2016

Espartanos: homens com H...mas vaidosos!




Num documentário sobre os espartanos no Canal de História, foi realçado um pormenor que sempre admirei neles, e que contrastava com a austeridade que colocavam em tudo o resto: os bravos guerreiros penteavam e enfeitavam os longos cabelos antes da batalha (além de entrarem a cantar, o que o fantástico 300 não mostrou porque destoava com o tom dramático do filme, com certeza). 

Aliás, trazer o cabelo longo era um privilégio dos homens feitos que já tinham dado provas de merecer fazer parte do exército mais exigente do seu tempo: os rapazes usavam a cabeça rapada, ou não fosse a infância e adolescência de um espartano uma longuíssima recruta. 



Pois bem, contava o programa que antes da batalha das Termópilas, um batedor persa que espiava os 300 soldados de elite - entre os quais o próprio Rei Leónidas - vendo-os nesses preparos (besuntando as madeixas com óleo perfumado, que seria uma versão antiga dos fixadores, entrançando-o, etc) foi a correr contar ao Imperador Xerxes que nada havia a temer: os espartanos gastavam o tempo a arrebicar-se como donzelas! Eram uns efeminados, uns verdadeiros mariquinhas. Claro que, como toda a gente sabe, os persas levaram uma tareia monumental que fez a vitória parecer uma derrota e lhes espatifou os planos. E até nos faz rir que chamassem mariquinhas e efeminados aos maiores machos alfa que a História já contemplou...


O que me levanta dois pontos: primeiro, um homem pode e deve cuidar-se, sem deixar por isso de parecer másculo. Segundo, alto lá- os espartanos podiam pentear-se, polir as armaduras, trabalhar o corpo, perfumar-se e o diabo a sete, mas pareciam sempre varonis. Músculo, ferro e muita destreza em batalha garantiam que não havia cá confusões. Creio que se os Reis de Esparta tivessem aprovado penteados à Justin Bieber e poses à "gangsta fofinho", por muito duro que o treino fosse a moral das tropas havia de enfraquecer, e os persas acabariam por ter mesmo razão. Tudo tem limites.


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...