Recomenda-se:

Netscope

Friday, April 15, 2016

Ó chuva, eu não queria ser óbvia, mas...





Cheguei a meio do Inverno e tirei uma brilhante conclusão: este ano, da minha apreciável colecção de casacos, só usei praticamente as canadianas, gabardinas e todo e qualquer modelo com carapuço. Isto porque não consigo gostar de guarda-chuvas, quanto mais não seja porque os deixo em toda a parte -  e palavra, até  parece que os perco mais rápido quanto mais caros e bonitos forem.

Já aqui comentei algures o meu amor aos capuzes e que, se algum dia viesse a assinar uma marca de roupa criada por mim, todos os sobretudos e trench-coats haviam de ter carapuço. Amovível, certo, porque nem sempre dá jeito e há sempre quem não goste, mas como diria a avó, o cajado e a manta nunca carregam ao pastor.


Mas chega-se a Abril e nem vale a pena dizer o estribilho porque já em Fevereiro e Março eram águas mais que mil...ora, isso confirma a minha ideia ao quadrado. Estou num conflito entre pensar "não há capuchinhos que me cheguem"  e "já estou farta de andar sempre encapuçada". Disso e de não poder andar com calçado de camurça, e até cansada das galochas de que gosto tanto. Eu nem costumo queixar-me muito do tempo e não desgosto de chuva, mas começo a ficar um bocadinho arreliada com esta monção fora de sítio.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...