Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, April 13, 2016

Para as noivas, parte II: vestidos elegantes e cai -cai free!



Brigitte Bardot 



O tema dos "vestidos de noiva cai cai todos clones uns dos outros", vulgo "vestido de pseudo baile de debutantes transformado em vestido de noiva" não é novo aqui no Imperatrix e gerou algumas conversas em posts passados.

 A verdade é que o cai cai, que favorece um número limitado de pessoas, não só se banalizou como se tornou praticamente a norma, mesmo para noivas gordinhas. Um paradoxo, tendo em conta que por tradição (e principalmente em cerimónias religiosas) é suposto uma noiva parecer bela e feminina, mas angelical e discreta. 


E quem diz cai cai, diz os vestidos com "corpetes" que mais parecem roupa interior...

O pensador brasileiro Olavo de Carvalho dizia há dias que quanto mais se achincalha a instituição do casamento, mais extravagantes se tornam as festa e os vestidos. E é bem verdade. De repente, a sensualidade é um requisito da noiva. Parecem esquecer que para servir esse aspecto, existe lingerie nupcial para usar sob o vestido, só para os olhos do noivo...

E outra regra importante: tal como qualquer outra toilette o vestido de noiva, para resultar, tem de ser escolhido em função do tamanho e sobretudo, do tipo de corpo da noiva (rectângulo, pêra, ampulheta ou triângulo invertido).



 Para o seu casamento com o Xá da Pérsia em 1951, a Princesa Soraya optou por um bolero, capa e  véu para o exterior e cerimónia religiosa, usando o cai-cai apenas na recepção. Uma ideia a copiar para quem não dispensa modelos reveladores. Nota bene que a figura da "Imperatriz", magra e com um busto saliente e firme q.b,  permitia o uso de cai cai.


Apesar de o mediatismo dos casamentos "reais" ter voltado a colocar no mapa os adoráveis vestidos de manga comprida ou 3/4 - que quanto mais não seja, ficam bem à maioria das mulheres, mais gordas ou mais magras - a queixa geral é que são difíceis de encontrar. Tendo isto em conta, elaborei uma pesquisa para procurar os modelos com mangas mais bonitos actualmente disponíveis. 

 Para compra ou inspiração, caso se deseje mandar encomendar por medida ou - uma opção igualmente viável - fazer modificações seja no modelo escolhido, seja num vestido vintage ou de família.


Quanto às mangas compridas, uma ressalva: por alguma razão, a maioria é de renda ou musselina translúcida, estilo Grace Kelly (um design adoptado e popularizado mais recentemente pela Duquesa de Cambridge) talvez para que a noiva não se sinta demasiado "vestida" no panorama actual.

 No entanto, os braços, mesmo os mais elegantes e tonificados, às vezes fotografam mal- e rendas ou as transparências podem "aumentar" visualmente sob os flashes. A melhor opção, para evitar surpresas e ficar maravilhosa em todos os retratos, é uma manga opaca a 3/4

Vide Elizabeth Taylor que usou, quanto a mim, um dos mais belos - e definitivamente, na fronteira entre o sexy e o discreto - vestidos de noiva com mangas de todos os tempos:


Ou o vestido da Princesa Mette-Marit da Noruguega, um encanto de feminilidade e elegância:


Porém, os gostos variam e as cerimónias não são todas iguais: há quem, por casar apenas no civil, possa, sem nada que se aponte, optar por um vestido mais moderno - ou sonhe usá-lo ao menos para os retratos fora da Igreja. Ou ainda, quem goste mais de se ver com mangas curtas, dentro do bom senso. 



Desde que a figura seja elegante e os braços tonificados o suficiente para isso, é uma opção viável. 




 Os vestidos de Jackie Kennedy, Audrey Hepburn e da Princesa Vitória da Suécia provam que uma cap sleeve pode ser elegante e modesta:



Também Carolyn Bessete-Kennedy, esbelta adepta do minimalismo, provou que é possível usar alças ou cavas sem revelar em demasia.




Por isso, incluí algumas sugestões de vestidos desse género mas elegantes -mais adequados, se usados per se, a cerimónias civis. 


Comecemos pelos vestidos de manga comprida ou 3/4- sim, eles existem!



Aire Barcelona: de decote bateau subido e aberto nas costas: perfeito para noivas altas e/ou magras, de busto pequeno



Idem: ideal para mulheres petite



Idem e idem: um look Audrey Hepburn


Modelo Pronovias: perfeito para figuras de ampulheta que tenham um busto bonito.


Idem: corte sereia, cingido ao corpo. Aconselhado para mulheres petite, ampulhetas magras ou figuras de triângulo invertido, com mais busto mas ancas estreitas.

Idem: o decote shoulder-to-shoulder e a saia linha A torna-o indicado para mulheres com curvas- ampulhetas ou pêras.


Idem: modelo indicado para figuras curvilíneas.


Idem: perfeito para mulheres petite ou de corpo tipo coluna.




Também Pronovias: o modelo clássico para figuras de pêra.



Idem: favorecedor para a maioria das mulheres curvilíneas.



Esta versão do corte sereia, com um decote shoulder-to-shoulder, equilibra as curvas -tornando-o mais fácil de resultar em diferentes tipos de corpo.



Rosa Clará: clássico e favorecedor para a maioria das figuras, nomeadamente para mulheres com algumas curvas, mas busto pequeno.Destaque para as mangas opacas - mais lisonjeiras e à prova de "surpresas" que as de renda.

Jesús Peiró: um modelo com decote scoop,  bonito para todas as silhuetas.


Idem e idem: indicado também para noivas que apreciam um toque medieval.


Perfeito para curvas, Ronald Joyce.






Idem e idem, em versão sereia. Destaque para o lindíssimo véu de aspecto vintage.






Vestido de inspiração "élfica", disponível no El Corte Inglès


Modelos de manga curta, alças ou cavas

Se uma noiva idealizou um vestido sem mangas, o cap sleeve - modelo popularizado por Jackie Kennedy - é o ideal, mas precisará de ter em conta três aspectos: primeiro, se tem braços firmes e elegantes q.b. Segundo, o local: em casamentos religiosos será de bom tom optar por um bolero se o decote for um pouco mais amplo, ou pelo menos, por um modelo de véu que cubra os ombros e braços durante a cerimónia. E terceiro, como estes modelos - embora menos banais do que os cai cai - vão sendo mais comuns, poderá ter de procurar um pouco mais por um vestido especial, com detalhes ricos e sobretudo, que lhe assente na perfeição. O fitting é sempre a chave.


 Aire Barcelona: perfeito para figuras elegantes de ampulheta ou pêra.


Maggie Sotero: modelo tipo Belle Époque ricamente bordado. Ideal para figuras de ampulheta.


Aire Barcelona: o eterno e democrático vestido "Jackie".










Idem: o decote amplo e a saia linha A são ideais para silhuetas curvilíneas.

 
Pronovias: indicado para noivas atléticas, de braços elegantes e/ou figuras de triângulo invertido.


Maggie Sotero: decote em V bordado, adelgaçante e indicado para bustos pronunciados.


Penhalta: modelo perfeito para figuras de pêra. Destaque para a originalidade e encanto do véu.



Gema Nicolás: indicado para noivas curvilíneas.



Maggie Sotero: modelo inspirado nos vestidos de noite da belle époque, a lembrar Madame X. Definitivamente mais indicado para cerimónia civil- em casamento religioso, exigiria bolero e véu. Em todo o caso, perfeito para ampulhetas esguias.


Idem: elegante vestido de cetim com cristais estilo anos 20/30. Cairá bem em qualquer mulher esbelta, mas é ideal para silhuetas rectângulo, triângulo invertido e figuras petite.


Gemma Nicolás: o modelo e o brocado espesso tornam este vestido perfeito para noivas curvilíneas.


Às noivas que ainda não escolheram o seu vestido, votos de muita inspiração e felicidades! É sempre bom recordar que acima de tudo, importa estar bela para os olhos do noivo e ficar com uma recordação que se quer intemporal da união entre duas pessoas. Para isso, a extravagância e a vaidade exagerada são totalmente acessórias e perfeitamente dispensáveis...


2 comments:

Tânia Mendes said...

E os vestidos com decote halter? :)

Imperatriz Sissi said...

Tânia, por acaso nas colecções que vi não me apareceu nenhum, pelo menos que me chamasse a atenção. É um formato que pode resultar em figuras rectângulo bastante esguias. Em quase todas as outras é algo arriscado. Tal como a gola à Mao, com ou sem transparência, que embora um pouco severa, foca bastante elegante. Mas por norma acho que quase todas as mulheres ficam mais graciosas com um ligeiro decote. É mais seguro, na minha opinião.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...