Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, May 24, 2016

Crendice do dia: ser amada com firmeza


Já vos contei que não sou supersticiosa EXCEPTO com as crendices que chegaram até mim através da minha avozinha materna. Essas batem sempre certo. Seeeempre. E acabam por me causar algumas complicações menores porque de tanto as ouvir, de de a mãe as ter ouvido, e a avó antes dela e a bisavó antes disso, e...por aí fora árvore genealógica acima, cá ficaram entranhadas.

Fico sempre a pensar que pelo sim, pelo não, é melhor morder a língua três vezes se picar o dedo indicador (sinal de desgosto) não tirar uma linha solta da roupa, porque é mau (deve esconder-se no avesso e esperar que caia por si; isto na minha profissão dá um jeito que vocês não imaginam) não cantar antes do pequeno almoço, para não chorar antes do sol posto, ou jamais fazer qualquer operação de manicura ao Domingo (que atrai brigas).

Nunca subestimemos o poder da sugestão, especialmente se ela vier enredada no ADN. Atenção, ignoro se estas crendices não serão válidas só para as pessoas do meu sangue, como naqueles filmes de magia em que a linhagem determina tudo. Ou se simplesmente batem certo por nos baterem nestas teclas há gerações. Se calhar, em vós nada disso causará qualquer problema. Ou sorte, conforme: há alguns presságios que são bons.


E há dias achei muita graça porque, à pressa depois do almoço, toda assarapantada, atirei, com um piparote, o talher para o guarda louça em vez de o pousar. E ficaram-se todos a olhar para aquilo, dizendo que eu era amada com firmeza. Porquê? Porque a faca caiu direitinha como um fuso dentro de um copo, numa posição bem intrincada. Cesto! Se o tentasse fazer de propósito não seria capaz. Ora, as minhas antepassadas juravam que quando uma agulha ou lâmina cai a direito, por mero acaso, a mulher que a largou é amada com firmeza, com constância, por um coração que anda atravessadinho de um lado ao outro por sua causa. Lucky me.

Já facas em cruz é mau sinal, mas fazer uma rima sem querer é sinal de ser amada sem saber. É impossível uma pessoa entediar-se com uma família destas...

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...