Recomenda-se:

Netscope

Saturday, May 28, 2016

Ghostbusters só com mulheres- será boa ideia?


Já o tenho dito, Hollywood e os média em geral andam apostados em me escangalhar a infância com remakes e versões modernaças de filmes, personagens e séries bem amados pela minha geração. 

Não sei se será o caso de Ghostbusters, mas o que temos visto até aqui não me deixa nada descansada. Raramente fazem justiça ao original, quanto mais inventar para melhor, isto quando não se põem com paranóias da inclusão e da igualdade. Agora há uma orfãzinha Annie afro-americana (nada contra, até estou curiosa para ver o filme, mas ser ruiva era o cartão de visita da personagem. É o equivalente a fazer A Cor Púrpura com mulheres louras de olhos azuis: até pode ser feito, mas não fica a mesma coisa). 

E se eu adorava os Caça-Fantasmas! Que serões com os primos à espera de nos assustarmos benevolamente com as assombrações! O meu preferido era o taxista-múmia que se virava de repente, no meio do caos armado em Nova Iorque. E a Estátua da Liberdade a caminhar? E o Titanic a chegar ao porto? E a música, que ainda ouço às vezes?

Duvido que seja a mesma coisa; que com os novos efeitos especiais por computador se consiga o mesmo impacto. Agora, que o elenco se componha exclusivamente de mulheres, não me agrada nem me desagrada. Só me aborrece por ser a visão imposta pela ditadura do politicamente correcto. 




Fazia mais sentido ser misto - haver entre os rapazes uma rapariga gira e uma senhora mais velha de língua afiada, daquelas que não aturam tretas, a mostrar que uma mulher é tão capaz de caçar almas penadas como um homem em vez de se limitar a ser a donzela em apuros ou a secretária namoradeira. Mas não. Tinham de fazer uma equipa exclusivamente feminina because you know, feminism. Soa forçado e é uma seca que nem a diversão mais inocente seja livre de cassete política. É o que temos e sou capaz de ver só para tirar teimas, embora sob protesto e a pensar que há aqui discriminação contra os homens e misandria, em modo " agora vingamo-nos, aqui menino não entra". Ah, grow up already.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...