Recomenda-se:

Netscope

Sunday, May 1, 2016

Sabem aquilo que vos digo tantas vezes...


...de a serenidade ser um dos dons mais importantes da mulher? De como é importante manter o sangue frio e uma certa doçura contra ventos e marés, pois não há nada pior que uma rapariga "nervosinha"?
Bom, às vezes é MESMO difícil. Lá está, se ter auto domínio fosse pêra doce só haveria senhoras, ninguém descia do salto, mas anda como sabemos e isso diz tudo. Quando no mesmo dia tem de se lidar com uma pequena arrelia que acaba por tirar o sono, depois com um vestido com fecho estragado que obriga a ir a casa mudar (fica a dez minutos de caminho, mas quando já se está atrasada depois 40 minutos à espera na florista numa fila de gente a gritar que as flores e os arranjos eram uma roubalheira, poupem-me) com uma assombração (don´t ask), com uma enxaqueca por causa do calor e mais um monte de coisinhas, a vontade de bater o pé, choramingar e tratar mal toda a gente ou, em alternativa, fugir dali como uma criancinha é de tal ordem que se não fosse a vergonha de fazer figuras tristes uma pessoa não sabe o que seria.


Lá se contém, não propriamente como uma grande senhora, que essas não murmuram nem fazem má cara, mas de forma escapatória e muita sorte.
 Uma pessoa lá se lembra da avó, que sofria dos nervos mas nunca se passou um dia que fosse, que isto males privados, públicas virtudes e aguenta, noblesse oblige - mas a que preço!

1 comment:

Ana Duarte said...

Ha dias desses...Livra!

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...