Recomenda-se:

Netscope

Thursday, October 26, 2017

Dicas de beleza (e produtos) da semana

Como sabem, gosto de partilhar convosco as dicas que vou testando e aprovando. Aqui ficam umas ideias que me deram imenso jeito ao longo dos últimos dois meses:


1- Mini elásticos transparentes:



Tinha trazido um pacotinho deles de Portugal, mas não me lembrara de os utilizar. Há umas semanas apeteceu-me experimentar um apanhado com várias tranças que copiei dos desfiles Dolce & Gabbana (como vos disse, o dress code recomenda cabelo preso...) e ocorreu-me utilizá-los. 


Para fazer tranças fininhas não há melhor, mas (a não ser que o vosso cabelo seja excepcionalmente espesso e volumoso) funcionam igualmente bem para rabos de cavalo, totós, chignons e tudo o que a imaginação permitir, pois são mais resistentes do que parecem e esticam bastante. Como são invisíveis não comprometem o resultado final e seguram as madeixas muito melhor do que os elásticos comuns, especialmente nas pontas escadeadas! Podem comprar-se "à sacada" nas lojas de cabeleireiro (principalmente nas especializadas em extensões, ou em produtos afro) em alguns bazares chineses maiores ou no Ebay, claro- um saco de 1000 por dois tostões.

2- O melhor desmaquilhante do momento: 2 em 1 Garnier Simply Essentials



A sério. Não estou a fazer publicidade. Funciona lindamente para limpar a cara (para mais, é adequado a pele sensível)  mas nos olhos é um prodígio, e como vos tenho dito ando sempre à coca de bons desmaquilhantes que trabalhem rápido e não maltratem as minhas ricas pestanas. No que toca a remover a maquilhagem tenho de ser exigente porque o meu trabalho exige "a full face of makeup" mas os horários malucos ditam que me livre dela sem muito trabalho. Perfeito e bem baratinho. A água micelar da marca também é óptima, já agora.

3- Os melhores bâtons à prova de bala: Rimmel Provocalips e Maybelline Superstay 24 hr



Quem me conhece sabe que não passo sem bâton e de preferência, um mate aveludado. Ultimamente tenho variado mais nas cores (embora nunca me afastando demasiado do bold lip ou de vários tons de nude) e voltado a investir em sombras de olhos bastante elaboradas, mas sair de casa sem ele, jamais!
 Para garantir que não preciso de retoques quase nenhuns e sobretudo, que não deixo marcas nem fico com cor a esborratar para fora do contorno, aderi aos bâtons líquidos 24 horas. Depois de testar todas as novidades do género, conclui que estes dois (Provocalips e Superstay) são verdadeiros must haves!



E deixem-me dizer-vos que só não deixo de usar os outros bâtons todos  que cá tenho por amor à camisola. O senhor meu marido ficou tão maravilhado com o efeito à prova de "cara beijocada" que se ofereceu para me comprar um monte deles se deitasse fora o resto da minha colecção. Não aceitei, mas dá para terem uma ideia de como são bons. A Maybelline e a Rimmel esmeraram-se - tenho experimentado todas as marcas do mercado, tanto de drogaria como de luxo, e acho estes imbatíveis. São super pigmentados, não ressecam, vêm em tons lindos e duram o dia todo. Só retoco depois das refeições, por descargo de consciência e porque gosto de uma pintura bem visível e desenhada.

4- As melhores lacas: Tigi




Confesso que a laca é uma daquelas coisas em que, à primeira vista, não apetece investir muito, até porque há opções bastante aceitáveis nas marcas de drogaria/supermercado. No entanto, quando temos de fazer penteados elaborados várias vezes por semana começamos a ser um bocadinho mais exigentes. Recentemente, vieram parar-me às mãos três produtos Tigi- a laca de fixação forte, a laca maleável e o spray para moldar o brushing- e estou encantada. Quando uma laca me permite fazer um bouffant sem esforço em 2 minutos (vide abaixo) e me ajuda a conseguir, a brincar, resultados que antes nem com água benta, o caso é muito sério. E juro que a fixação dura todo o santo dia sem tir-te nem guar-te, mas chegando a casa elimina-se bem passando a tangle teezer (não recomendo uma escova normal para isso) pelo cabelo durante um bocado (haja paciência, mas vale a pena e consegue-se voltar a pentear a seguir como se nada fosse). Um bruxedo.

5- Finalmente - mega cabelo à Bardot (solto ou apanhado) em 3 passos 



Story of my life: a minha adoração por bouffants, beehives e qualquer penteado "à la Bardot" sempre foi proporcional à minha dificuldade  em ripar o cabelo "à séria". As coisas melhoraram um pouco quando passei a usar as escovas específicas para isso de que vos falei, em vez do clássico pente, mas não muito. Se queria muito volume e o cabelo nas alturas o dia todo, tinha de recorrer a acessórios almofadados. Mas agora que descobri O TRUQUE DOS TRUQUES, percebo que o meu cabelo (fino e sedoso mas muito abundante), se eu quiser um penteado MESMO grande, não vai lá com cerdas estreitas, que ripem poucos fios de cada vez!  Façam assim e duvido que precisem de almofadinhas, extensões ou outros artifícios. Até tive de baixar um bocado o "cabelão" para não fazer de Amy Winehouse por aí.




 Então, a "magia" é muito simples e funciona tanto para um meio apanhado como para um french twist, rabo de cavalo ou qualquer "big hair" à anos 60. 
 Para começar, resulta melhor se o cabelo tiver sido lavado na noite anterior (ideia que nunca me agradou por mais que os cabeleireiros pregassem que era melhor, mas enfim, é verídico). Também é boa ideia espalhar um pouco de champô seco nas raízes, para o deixar mais "agarradiço". Depois, minhas senhoras, é pegar na tangle teezer e ripar a secção, ou secções, a que querem dar volume, assim ao calhas e a bagunçar tudo, borrifando laca (a da Tigi acima descrita é do melhorio) entre cada "ripadela". Fica ENORME. 
Resta-vos seguir o esquema do penteado que querem (o Pinterest está forrado de tutoriais super fáceis de seguir, como este) com a ajuda dos elásticos invisíveis que mencionei acima, e de uns ganchos ou melhor ainda, das mini ou nano molas de que já falámos. Finaliza-se com mais um bocado de laca, et voilà, oh la la, très chic, mademoiselle.

6-  O melhor creme que tenho visto: All Day All Year, Sisley



Quando se trata de cremes hidratantes/prevenção das rugas, eu sou um bocado Casanova: experimento tudo (quanto mais não seja porque os ossos do ofício assim o permitem) gosto de muitos, mas poucos me fidelizam- sejam acessíveis, profissionais ou exclusivos. No entanto, este é bem capaz de conseguir a proeza...o que é uma pena, porque é um bocadinho dispendioso. Hidrata bem e deixa a pele com uma textura fresquinha, macia e sem película. É uma espécie de panaceia: escuda a pele contra as agressões (radicais livres, raios UV) ilumina, hidrata, densifica e tonifica. Ideal para quem, como eu, não dispensa bons produtos mas prefere uma rotina simples em vez de mil séruns e cremezinhos para todos os santos do calendário todos os dias da semana. Nem todos os cremes de luxo são tão especiais como isso, mas eis um caso em que a diferença se nota; fica a sugestão para quem anda com vontade de investir em cuidados da pele. 
 E se quiser um efeito semelhante, mas a um preço mais acessível? Tente os cremes da Galenic - exímios a deixar a  pele mimosa, mas fresca ao toque.


7- E esta, Kim Kardashian?



Podemos pensar o que quisermos das irmãs Kardashian e não ser fãs do seu estilo, mas é inegável que elas percebem de maquilhagem (ainda que exagerem muitas vezes).  E desta vez a menina Kim, com o sentido de negócio que a caracteriza, lançou um video muito prático para promover a sua linha de makeup, onde explica como conseguir uma maquilhagem quase completa só com recurso a correctores claros e escuros - usando-os como corrector, base, sombra, contorno, de lábios e eyeliner. 



Não tenho os produtos da Kim (não digo desta água não beberei, se me saltarem ao caminho e forem bons sou bem capaz de me marimbar para tudo e usar) mas há aqui em casa muita coisa do género e sem saber que era moda, eu já costumava fazer coisas semelhantes. Usar o corrector escuro para delinear os lábios (com um efeito bem mais natural e durável que o lip liner) ou os olhos dá mesmo muito jeito quando queremos um look polido, mas fresco e pouco artificial. Experimentem.


8- O clássico nunca desilude: YSL Touche Eclat



Não é por acaso que está constantemente nos tops de vendas. Embora ao longo dos anos tenham surgido muitos produtos parecidos no mercado, este é um daqueles casos em que compensa investir no original. Nunca lhe tinha dado aquela importância, mas agora que tenho horários assaz estranhos reconheço que este corrector/iluminador é capaz de dar uma "refrescadela" instantânea ao olhar e tem uma textura tão macia, tão agradável, que é um verdadeiro ritual de beleza. Ou uma micro sesta num tubo, se preferirem. 



9- YSL Top Secrets All-In-One BB Cream



À primeira vista é um BB Cream igual a qualquer outro, com uma textura muito leve mas cobertura excelente. A diferença estará nas partículas micro iridescentes (invisíveis, atenção: só se nota uma certa "luminosidade" na pele, mas não há cá brilhos nacarados nem nada disso) e no facto de ser TÃO hidratante. Funde-se na pele sem darmos por isso, mas é como aplicar um bálsamo que hidrata e reconforta cada cantinho. É tão confortável de usar que não sinto necessidade de pôr nenhum hidratante antes, e uniformiza tão bem que dispenso qualquer outra cor a seguir - na maioria das vezes, nem corrector uso. Ideal para quando temos pressa mas queremos uma maquilhagem que pareça bem acabada.


Testem estas "vaidosices" depois digam como correu.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...