Recomenda-se:

Netscope

Saturday, November 3, 2012

As coisas que eu ouço: o meu Pequeno Pónei


Contei-vos que alguns dos meus brinquedos regressaram a casa. No caixote, entre as Barbies e acessórios, estavam dois Pequenos Póneis. Adorava a série My Little Pony e este, junto com uma carroça de Pinipons feirantes (que vendiam frutas e vasos de flores) foi um dos poucos brinquedos "da moda" que competiram brevemente com a mítica Barbie. Nunca fui menina de Nenucos nem de bonecada a chamar-me mãe, mas como adorava cavalos foi fácil encantar-me por aqueles amores coloridos.
Tantos anos volvidos, ainda estão impecáveis. Um deles é esse da imagem, o Pinwheel, que apesar do uso, só perdeu os desenhos no flanco.  De resto está novo - depois de uma barrela com amaciador e shampoo de morango, outro regalo da minha infância. 
Quando vi o meu bom amigo Pinwheel recordei-me de um episódio que me marcou. Certa vez, levei-o comigo para a escola, para o mostrar às colegas no intervalo.  Aquela escola era muito gira, pois tinha à volta do recinto uns morros verdes que davam para um bosque. Por vezes trepávamos o monte e ali ficávamos, a lanchar e a fazer jogos. Brincou-se, lanchou-se e voltei para a aula. Estávamos a meio de um exercício quando dei pela falta do boneco. Fiz-me branca como a cal, levantei-me de um pulo e sem olhar a onde estava (eu que até me portava bem) gritei:

- Ai Meu Deus! Ai o meu pónei, ai o meu pónei, ai o meu lindo pónei!

Calou-se tudo. A professora ficou parada a olhar para mim e perguntou o que se passava.

- Oh Sra. Professora, deixei o meu pónei no recreio... - respondi quase a chorar.

- Então pouco barulho e vai lá buscá-lo num instante!

Foi o que eu quis ouvir. Não corri, voei lá para fora e morro acima. Felizmente nenhum dos miúdos tinha dado pelo brinquedo e lá estava ele, muito quieto, de pé como o tinha deixado, a "pastar" entre as ervas. Agarrei-o bem agarrado e levei-o de volta, vitoriosamente, para a sala de aula. 

- Obrigada, Sra. Professora! Afinal estava lá...

- Ai era isso que a Sissi tinha perdido?

- Era, sim Sra. Professora. Então não lhe disse que era um pónei?

- Essa é boa - respondeu ela, muito zangada e de régua na mão - eu percebi " eu perdi o meu boné"! Se soubesse que era o boneco não te tinha deixado ir, que era para aprenderes!

Tarde demais, senhora professora, o precioso já ninguém mo tirava...Pensei de mim para mim que por um boné não era necessário tanto drama, nem arriscar-me a levar uma reguada, mas um Pequeno Pónei era outra história. 




1 comment:

Tamborim Zim said...

Q fofura! Fizeste muito bem. Prioridades, prioridades.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...