Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, November 20, 2012

Get the look: Inverno + Kate Moss


La vida en imágenes de Kate Moss: abrigos de pelo
A Vogue España de Dezembro (digam-me what´s not to love nas revistas de moda de nuestros hermanos! Ainda estou para descobrir) tem como director convidado Mario Testino, que comme d´habitude trouxe consigo a sua musa, Kate Moss, para uma edição totalmente inspirada na cultura espanhola. 
E fazerem o mesmo por cá, mmm? Era bonito. Online, já está disponível uma galeria com os looks mais marcantes da mítica modelo. Tenho dito que para mim, Kate Moss é uma das poucas it girls da nossa época que ficará na história. Foi a cara dos anos 90 e fez como poucas a transição para o novo milénio. Mistura uma singular habilidade para se antecipar - ou mesmo lançar - tendências com um perfeito sentido de equilíbrio e noção dos clássicos. Raramente a vemos com um look, por mais antigo que seja, que pareça datado. Reinventa-se e actualiza-se, mas sempre com uma linha condutora. Senão, atentemos neste visual boho baseado nos anos 70 que usou em 2003, e que pode perfeitamente ser vestido agora. Tem o casacão de peles (check!) tem a bota elegante - nem demasiado chunky, nem demasiado desconfortável (check!) a calça skinny -  um item clássico que andou esquecido mas que sendo tão prático veio, conquistou e vai ficar, apesar das variantes mas largas (check!); uma clutch de ar vintage e um lenço de seda. Jovem e simples, mas elegante, esta é uma das "receitas" que aprecio bastante quando estou preguiçosa: basta um top bonitinho para criar uma toilette informal, ideal para saídas com amigos. Cabelo solto e rebelde, e já está. Este ano tenho um novo casaco do género, em branco, para juntar à minha colecção de statement-coats, mas adorava um de pêlos longos e brilhantes como esse da imagem...

3 comments:

Sérgio Saraiva said...

Ó Sissi, lamento desiludir-te, mas, visão macho, entre a Christina reboliça do artigo anterior e a Kate de pele e osso, mesmo assim prefiro a primeira.

Acredito que para exibir aos amigos, a Kate seja um melhor trofeu que a Christina na versão bola de neve, mas depois em casa isso de não se ter nada para se apalpar é uma chatice, para além de nesta altura do ano as tardes de chuva à frente da lareira serão certamente mais aconchegantes e divertidas com um bocadinho de chicha. Que se lixe o aspeto mais inchado... Acho preferivel isso à Kate em que estaria sempre com medo de mexer não vá partir alguma coisa.

É que no meu caso, isso de saborear ossos, só mesmo os do frango assado... Concordo que a amiga Christina ficava melhor com uns trajes diferentes mais apropriados às novas formas mas, apesar disso ao menos tem um aspeto humano.

Imperatriz Sissi said...

Eheheh Sérgio, muitas senhoras ficarão contentes por ler o teu comentário. Pessoalmente, embora admire mulheres bonitas de diferentes tamanhos, o que considero ideal é uma Brigitte Bardot ou uma Eva Mendes: magrinha, mas com formas. Ou mesmo uma MOnica Bellucci, Sophia Loren...No entanto, nunca achei que a Kate tivesse um ar doente. Tem uma figura boyish e miúda mas é naturalmente assim e como diria a avó "é magrinha, mas açucaradinha". Quanto à Christina, há dois problemas:

1 - Ela não tem estrutura para aquele tamanho, por isso não me parece saudável. Dá-me a impressão de estar com algum problema hormonal e retenção de líquidos. Há que ver não o peso ideal aos olhos da sociedade, mas o que é natural e saudável para cada um. Mas posso estar enganada e caso seja realmente "formosura" só tem de se adaptar.

2 - As roupas, realmente. Ela não está maior do que a Christina Hendricks e no entanto, a Hendricks parece lindíssima e nada gorda. Não sei se a C. Hendricks não seria um excelente troféu! Perspectivas...

Tamborim Zim said...

Sem dúvida muito elegante nos seus modelitos, e particularmente com um rosto singular - e de época!

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...