Recomenda-se:

Netscope

Friday, November 2, 2012

O Governador é mau! Isso faz-se?


Finalmente, o misterioso Governador de que tanto se falava - e tão aguardado por quem já era fã da BD de The Walking Dead - deu um ar da sua graça. Confesso que o meu contacto com a graphic novel foi muito pontual, o que me permitiu não ter grandes expectativas. Mas não esperava que escolhessem alguém com o aspecto do actor David Morrissey para o papel. Ou seja, alto e bem parecido até o Diabo dizer basta, com ar de perfeito cavalheiro e estilo para dar e vender. Ora aí está um tipo de senhor impressionante, seguro de si e dominador, com um lado obscuro. Ou mais adequadamente, um lado negro como breu, devidamente oculto sob uma camada de bondade, do género salvador da pátria. Torturar gente, roubar recursos, atirar pessoas aos zombies de estimação e querer as mulheres bonitas todas para ele são só algumas das tropelias esperadas da personagem. Mas isso enfim, ele é o vilão da história, as travessuras entendiam-se. O que deu cabo de mim foi 
ouvi-lo dizer que no reduto seguro que criou (uma cidadezinha idílica livre de mortos vivos esfomeados onde todos se conhecem) a vida segue normalmente. Ou seja, lá fora o mundo acabou, está tudo de pantanas, mas ali todos têm uma existência tranquila: joga-se às cartas, e as crianças vão à escola... esperem lá. Pára tudo! Ó seu ditador de meia tigela, as crianças vão aonde? À escola? Assim que se fala em organizar uma imitação de sociedade pimba, lá se mandam os desgraçados dos miúdos à escola. O mínimo que se pode esperar depois do apocalipse é que as escolas desapareçam. Quem nunca sonhou em pequeno com um nevão, um cataclismo, um surto de peste que obrigasse a escola a fechar, em modo Calvin & Hobbes? Vem o apocalipse zombie e nem assim?
 Entenda-se que não estou a defender um mundo cheio de gente analfabruta mas podiam inventar um sistema de ensino mais giro, sei lá...

(**Este post é uma brincadeira, como é óbvio, embora a minha infância fosse povoada de pragas e planos infalíveis para obrigar a escola a fechar portas, pelo menos por uns dias...**)

4 comments:

Fashionista said...

ah ah realmente! que desilusão para os miúdos!

dinona said...

Sinceramente os putos não se safam da escola, nem por nada :-D mas faz-lhes bem, para não ficarem burros!
Olha, adorei o actor que escolheram para Governador, todo sensual ehe, vou seguir a série ainda com mais entusiasmo.

Imperatriz Sissi said...

As escolas são como as baratas...uma praga que resiste a tudo.

Imperatriz Sissi said...

Imagina-se a concentração, com zombies lá fora...
Se bem que se podiam inventar umas maneiras divertidas de aprender a subtrair "se eu alvejar 3o zombies, quantos restam daquela `herd`?" ao melhor estilo Rua Sésamo creepy.
Quanto ao senhor...é mesmo bem apessoado, mas por outro lado estou com medo dos horrores que ele vai fazer ao Rick e companhia. Prefiro ver o grupo a lutar contra mortos vivos, porque os vivos são bem piores.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...