Recomenda-se:

Netscope

Saturday, November 17, 2012

Oh, não: Rihanna desencaminha Kate Moss

        Rihanna and Kate Moss "V" Magazine
Mario Testino fotografou Kate Moss e Rihanna para a revista V, numa produção dedicada ao tema - surprise, surprise - do sadomasoquismo. Já aqui tinha assinalado a mudança de estilo da cantora; também não é segredo para ninguém que ela gosta de badalar as suas intimidades de forma algo postiça, e que com a maluqueira associada a Fifty Shades of Grey os chicotes estão na moda. O que eu não esperava era que Mario e Kate Moss embarcassem numa ideia tão popularucha. O lesbian chic como figura de estilo foi chão que já deu uvas (assunto estafado em fotografia de moda e tudo quanto era videoclip durante os anos 90) e sinceramente, é de Kate Moss que estamos a falar, um ícone, a rapariga que consegue ter estilo a fazer as piores asneiras - desde que seja genuína. Kate Moss não precisava disto. Todos já vimos que Kate Moss, a grande e intemporal Kate, é capaz de fazer tudo bem - do high fashion às mais comerciais campanhas de lingerie. Lembram-se dela como imagem da Agent Provocateur? Ora recordemos:
                          
Por isso, o mal não está em ver Kate a fazer algo de sexy. Talvez o problema resida no esforço excessivo de Rihanna em parecer sexy (descontraia, menina, não é preciso descabelar-se para isso! Limite-se a parecer bonitinha como tem andado que o resto sai-lhe naturalmente!). E ao ficar pouco à vontade no seu papel "hei-de ser a rainha da sensualidade nem que me mate!" contagia quem trabalha com ela. Just my two cents here...
A produção não está feia - é Mario Testino, afinal - mas carece de originalidade, de garra, de subtileza. Não tem sequer a virtude de parecer uma brincadeira entre amigas. Sugere que ambas levaram muito a sério o seu papel de repetir clichés mais do que gastos - e o resultado é uma "sensualidade" forçada. Vamos lá a ver se a gente se entende: em vez de Kate Mos ensinar alguma coisa a Rihanna, é ela que desencaminha Kate Moss? Volta, Pete Doherty, estás perdoado.


1 comment:

Jeferson Cardoso said...

Realmente ser natural é o que vale mesmo a penas... Imperatriz, a propósito, por acaso, já passou por alguma situação financeira delicada na vida? O http://jefhcardoso.blogspot.com anseia por um comentário de sua parte. Abraço!

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...