Recomenda-se:

Netscope

Monday, November 26, 2012

Primavera boémia H&M: a visita ao showroom

Tinha-vos contado que adorei a colecção Martin Margiela para H&M.  Por isso, quando surgiu a oportunidade de visitar o showroom da marca em Lisboa, fiquei encantada e não podia deixar de partilhar convosco as minhas impressões. Inês Fontoura, responsável pelo showroom, deu-me a conhecer em detalhe não só a edição especial - com artigos ainda disponíveis nas lojas - mas também a colecção para a próxima Primavera. E antes de entrar em pormenores, sabem o que vos digo? Preparem-se para cair de amores por algumas peças statement, daquelas que se mantêm em uso ao longo de várias estações de tão especiais que são. Mas vamos à colecção Margiela, que é de facto memorável: uma reedição/actualização das peças mais representativas do espólio e visão criativa desta casa de moda. O ajuste de silhuetas masculinas às formas femininas e procedimentos de costura tradicional, com conceitos de alfaiataria típicos da alta-costura e excelentes acabamentos, foram os aspectos que mais me seduziram: creio que para quem acompanha as edições limitadas da H&M, esta será tão marcante como a que Karl Lagerfeld assinou há uns aninhos atrás.
  
Já a colecção de Primavera prima pelo estilo boémio, com fortes influências folk, e acredito que dela saiam "peças de estimação" para o guarda roupa de muito boa gente. O casaco esculpido em patchwork de brocados - e lindamente executado -  vai com certeza cair nas graças das amantes do vintage. Acessórios e roupas com borlas, botas de cowboy, sandálias rasas e alpercatas, estampados em relevo, drapeados, folhos e tons neutros ou  esbatidos do sol cortados aqui e ali por cores vivas associam-se a uma silhueta de volume desportivo -  o que permite, de acordo com Ann-Sofie Joahnsson, directora de design da H&M, usar as peças "de muitas maneiras diferentes, combinando ornamentação com algo mais minimalista e usando o volume para criar conjuntos totalmente novos". Já a linha masculina viaja por diferentes décadas e estilos, com o fato como item chave, actualizando a formalidade tradicional  com novos cortes, cores, texturas e estampados expressivos. Have a look:








Casaco faux fur Margiela


                                                                                                      




4 comments:

menina lamparina said...

Não ligo muito à H&M, mas ver de perto as colecções ao melhor estilo "visita guiada" certamente teria em mim o mesmo efeito que a inauguração da Primark em Coimbra teve e acabaria apaixonada por algumas peças! :D

Como sempre, giríssima nas fotos! :)*

Fashionista said...

adorei o vestido vermelho!

Imperatriz Sissi said...

É mesmo isso. A H&M, segundo me explicaram, trabalha com várias fábricas e as características das peças variam. Sabendo escolher tem coisas com bons materiais e acabamentos sólidos (os pontos não cedem, duram anos). Gosto das t-shirts de algodão (o modelo é dos meus preferidos - comprido q.b., com mangas confortáveis e decote redondo, mas amplo) das saias e quando não optam pela cintura demasiado subida, fazem vestidos óptimos. Muito obrigada :D

bjoka :****

Imperatriz Sissi said...

Também me ficou atravessado. Terei de o experimentar para saber, mas adorei a forma e os volumes engenhosos...

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...