Recomenda-se:

Netscope

Sunday, December 2, 2012

A mitologia e o Apocalipse Zombie: tenham calma, muita calma...


Calendário inspirado na série
- ou o Algarve depois
do surto.
A aproximação do fim de 2012, a crise, o sucesso da série The Walking Dead e alguns casos estranhos de canibalismo nos E.U.A estão a levar muita gente (há doidinhos para tudo neste planeta) a preparar-se para o fim do Mundo. Até aí nada de novo, não fosse o facto dessa gente tão prevenida - não estou a ver como em caso de Apocalipse, a "preparação" que não seja a espiritual possa servir de alguma coisa, mas enfim - acreditar que o Fim dos Tempos vai ocorrer tal e qual como na série, com os mortos a erguer-se para morder os vivos.
De todas as hipóteses - catástrofes naturais, desastre nuclear, Deus Nosso Senhor fartinho da humanidade a enviar fogo e enxofre, eu sei lá - têm de escolher precisamente essa. Não sou cientista, mas as hipóteses de haver zombies "funcionais" , capazes de caminhar por aí, durar imenso tempo e atacar pessoas parecem-me remotas; e mesmo que existissem mortos andantes, quem nos garantia que lá por se levantarem iam lembrar-se de fazer dos vivos refeição e pior - ter como único objectivo da sua não-vida petiscar e contagiar quem se cruzasse com eles?
A única explicação remotamente lógica  - não para acreditar, mas para que exista esse argumento (e que se estou bem recordada, inspirou George Romero a inaugurar o género nos anos 1960, com A Noite dos Mortos Vivos) está nas Sagradas Escrituras e nos textos sagrados da Suméria e Babilónia (que por sua vez, tiveram grande influência naquilo que viria a ser A Bíblia). Ora vejamos de onde os taradinhos do Fim do Mundo podem ter retirado tal ideia:


 E vi os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.(...)  O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o Hades (Inferno) entregaram os mortos que neles havia (...)
                                                    Apocalipse 20:11-15

Ishtar e Tammuz
Os mitos da Mesopotâmia descrevem como a grande Deusa Ishtar/Innanna, para salvar o seu amado, o belo Tammuz/Dumuzi da "Terra do não Regresso" exige ser recebida no Inferno.


"Se não abrires os portões para eu entrar,
Quebrarei a porta e destruirei as suas trancas,
Esmagarei os teus portais e forçarei a entrada.
E os mortos devorarão os vivos,
E superarão os viventes." 

Terão sido essas as fontes para o realizador George Romero criar a famosa máxima "quando não houver mais espaço no Inferno, os mortos vaguearão pela Terra" que muitos fãs confundem com uma citação Bíblica. No entanto trata-se só de muita criatividade - genial sim, mas fruto da imaginação...





No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...