Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, January 2, 2013

Analisando os must haves dos saldos, segundo Net-a-Porter (e os meus palpites)



Como de costume, a Net - a - Porter faz-nos chegar a sua revista virtual - coisa mágica e com poderes demoníacos irresistíveis - e desta feita, com a "hit list" das compras mais importantes a fazer nos saldos. Ou seja, as peças que assinalam as tendências marcantes e que por si mesmas, actualizam o guarda roupa. Algumas concordo que são excelentes investimentos, outras...eu recomendaria encontrar versões mais acessíveis, já que ficarão datadas muito depressa. Ora vejamos:

Jonathan Saunders Phoebe cashmere-blend sweater1- Malhas ousadas (a.k.a. camisolões tão horrorosos que são giros)
Já os mencionei aqui e são uma alternativa mais duradoura às sweat shirts XL estampadas, estilo fato-de-treino espacial dos anos 80, de Kenzo e Balenciaga. Quem é viciada em malhas e gosta de cores fortes deve investir numas quantas, já que este Inverno há uma abundância de modelos e padrões bonitos. Quem procura apenas uma peça trendy para actualizar o look mas não se vê a usá-las assim que a febre passar...é melhor procurar uma versão acessível e bastante berrante, que grite "perdida por um, perdida por mil".






Victoria, Victoria Beckham Harlequin crepe dress2- O Vestido 24 horas
Elegante, mas descontraído; colorido, mas de corte sóbrio. Um vestido versátil, que se possa usar para trabalhar, para uma reunião formal ou para um cocktail, modificando o calçado e os acessórios, é um óptimo investimento que sobrevive a várias temporadas. De aproveitar os de manga comprida, algo que andava fora de alcance há uns anos (nunca percebi o propósito dos vestidos sem mangas para o dia a dia no Inverno) mas agora está, felizmente, em todas as lojas.









Lanvin Ruffled velvet dress3 - O vestido (ou peça chamativa) de Festa
Numa temporada tão exuberante como esta, a regra é aproveitar para adquirir roupas e complementos especiais e festivos. Tenho dito isto muitas vezes mas nunca é demais lembrar, porque as toilettes formais tendem a desaparecer das lojas quando realmente precisamos delas. O desafio está em escolher modelagens clássicas, que não fiquem rapidamente démódé. O uso e abuso do peplum, por exemplo, parece anunciar que a tendência não durará muito mais, por isso não convém gastar "couro e cabelo" em peças desse género. Por outro lado, modelos difíceis como esse - ou que tenham qualquer tipo de enfeite chamativo, como os frou frous deste Lanvin lindíssimo - exigem boa qualidade para resultar como devem. É um equilíbrio complicado por isso impõe-se pouca pressa, obedecer aos gostos pessoais de longa duração e experimentar meticulosamente antes de levar para casa...


Clements Ribeiro Printed silk pants

                                     4 - As calças estampadas
Apesar de estarem em todas as lojas, as calças floridas (ou com outras estampas) e os fatos-pijama não invadiram as ruas como outras tendências (calções, tachas...) por isso talvez ainda se vejam por aí mais algum tempo. Recomenda-se um investimento moderado, se gosta mesmo delas. Se caírem em desuso, poderá sempre usá-las como lounge pants elegantes para estar em casa...










5- A carteira de cocktail

Aplica-se o mesmo que foi dito em relação às peças festivas: este ano há imensa escolha e uma clutch (ou carteira de cocktail maior) é coisa que dificilmente passa de moda. Por isso aproveite para comprar as que puder e tiverem mais a ver consigo. Pessoalmente, embora me perca por clutches, sendo uma peça que é sempre frágil (e geralmente, em tecido) acho boa ideia adquiri-las em marcas que tenham preços simpáticos (mas que nem por isso fazem modelos menos bonitos) tendo  em atenção se a sua execução é de boa qualidade. Assim não me aflijo tanto se manchar ou sofrer um arranhão nas minhas tentativas de encafifar lá dentro telemóvel, pó de arroz e tudo quanto há. Prefiro investir mais nas carteiras de todos os dias, que precisam de ser resistentes e têm maior diferença de marca para marca. No entanto, se houver uma (ou mais, vá) que a faça perder a cabeça e tem essa possibilidade, é sempre bom ter alguns modelos realmente especiais, que a façam sentir que tem nas mãos algo precioso.

6 - A Parka de penas
Este ano impôs-se uma peça que eu já via nas ruas há algum tempo (tinha inclusive dois ou três modelos semelhantes em casa) : a parka elegante, mas descontraída. Ou em bom português, um "kispo" chic que pode integrar um visual requintado. Resulta inesperadamente, além de poder sempre ser usado da maneira habitual - com jeans e botas, por exemplo. É uma peça leve, confortável, quentinha e versátil, logo a sua compra será determinada pelo gosto individual...se aprecia este tipo de agasalho, é uma boa altura para arranjar mais um.


Proenza Schouler Woven-paneled leather ankle boots




7 - As botas "statement"
Pessoalmente considero as da imagem terríveis, mas ilustram bem a ideia. O calçado tem sido tudo menos modesto, o que é óptimo para quem, como eu, prefere manter um visual depurado e ousar um pouco nos acessórios. Os moldes e saltos confortáveis são, para mim, as maiores vantagens dos modelos que temos visto. Considero mais sensato apostar em calçado com um pouco de arrojo, mas não demasiado óbvio. É um óptimo ano para botins, botas e sapatinhos diferentes, mas pondere sempre se continuará a gostar deles daqui a algum tempo e se não fogem demasiado ao seu estilo habitual.



Matthew Williamson Embroidered wool-blend cape-style coat


8 - A capa com (ou mesmo sem) aplicações
Ainda ontem falámos nas capas, capinhas e capotes: são um dos melhores investimentos a fazer pois mesmo que saiam de moda, pode sempre usá-las com vestidos de gala ou cocktail. 













Clements Ribeiro Folk Candy printed silk skirt                                      9 - A saia especial
As saias lápis ou a alternativa em balão - com estampados, aplicações e texturas -  regressaram em força no Verão passado e nunca mais saíram de cena. Ainda bem, porque permitem toilettes infinitas e são de uma elegância intemporal. Servem para criar um look ladylike ou, complementando-as com algo mais edgy, conseguir um ar irreverente. Vale comprá-las em quantidade para usar por uns bons tempos...ou mesmo assaltar os roupeiros das avós e das tias.








                          10 - As sandálias gráficas
Apareceram no Verão mas não chegaram a cansar. Como tenho umas que mal usei, dificilmente arranjarei outras: considero que umas sandálias em colour block bastam. Mas quem ainda não tem pode pensar nisso: permitem dar um ar engraçado e à moda a looks simples, e como o estilo boho/folk vai voltar, casam bem com as cores vibrantes, ao mesmo tempo que lhes emprestam um toque mais actual. Várias marcas acessíveis criaram modelos em veludo, por isso convém espreitar o comércio tradicional ou mesmo as lojas online coreanas, férteis em peças deste género.




E ainda.....


Como em termos de peças statement estou bastante bem servida, devo aproveitar as promoções para comprar artigos que uso habitualmente e que nunca são demais, e uma ou outra coisa que me apaixone. No entanto,estou encantada com estas camisolas suite Blanco. Dependendo da sua composição, sou bem capaz de me deixar tentar...





         

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...