Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, February 5, 2013

João da Ega dixit: deveres femininos



O brilhante, mas que falava muito da boca para fora, João da Ega, de quem se falou recentemente  
por cá, tem n´Os Maias a seguinte tirada: o primeiro dever de uma mulher é ser bela; o segundo é ser estúpida. Uma mulher só deve ter duas prendas: cozinhar bem e amar bem...
Também na Tragédia da Rua das Flores, o pintor Camilo Serrão escolhe uma mulher lindíssima, de rosto romano, delicada, escultural, mas simplória - ou como ele diz, uma fêmea.

"uma combinação da raça árabe e a raça céltica(…)  Uma simples fêmea , um belo pedaço de animal com um
corpo de estátua (...)"

Haveria que dizer acerca dos critérios de tais estetas. Penso que para tudo, mesmo as coisas mais básicas como cozinhar bem e amar bem, há que ter algum espírito. E para que a beleza brilhe, é preciso que haja algo mais a luzir lá por dentro. Por outro lado, uma das tácticas mais importantes ensinada às meninas casadoiras de outros tempos era precisamente dominar a arte de se fazer mais tonta do que na realidade se era. Há algo perversamente divertido em dominar a situação fingindo-se de novas. Uma mulher verdadeiramente inteligente usa o intelecto, não o alardeia quando não é necessário. O nosso poder vai para além disso.

1 comment:

Maria Misteriosa said...

Puros idiotas! Ainda hoje esse é o lema preferido dos idiotas: corpo esbelto em mente básica. Devem te alguma dificuldade na escolha.
Mas sim, havia as que não eram e se faziam de tolas...inteligentes? Talvez sim, talvez "espertas"...;)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...