Recomenda-se:

Netscope

Friday, February 15, 2013

Sissi responde: looks para a faculdade

                     
Querida Sissi,

Gosto muito de ler o seu blog e das dicas de looks adaptados a cada tipo de corpo.
Mas algo que gostava de ver era looks adaptados a diferentes situações. Vou ser mais específica: tenho alguma dificuldade em escolher o que vestir para ir para a faculdade. Há dias em que acho que vou descontraída demais, mas também não quero ir como se para uma festa de gala fosse. Resumindo, não consigo encontrar o meio termo. 
Gostava de ir com looks descontraídos mas com elegância (os saltos estão fora de questão porque tenho de andar muito a pé).

Desde já agradeço a sua atenção e Parabéns pelo seu Blog.

Atentamente,
A.


A dúvida da A. tem razão de ser - embora não exista um dress code oficial para a grande maioria das instituições de Ensino Superior, em muitas ainda se espera (e é agradável que assim seja) um certo cuidado com a apresentação. Circulam cá por Coimbra não poucas histórias de estudantes incautos expulsos de exames por se apresentarem com a roupa que levariam para a praia a seguir. Esse é um exagero em que não convém cair, de todo; mas por vezes, conjugar algum aprumo com a necessidade de correr de um lado para o outro o dia todo pode ser um desafio. O primeiro conselho útil que se pode dar nestas situações é em Roma, sê romano. Em cada organização, neste caso faculdade, há um estilo implícito, um "visual corrente": estar atenta (o) para de certa maneira o incorporar no seu visual sem se transformar noutra pessoa, é meio caminho andado. Por exemplo, em cursos artísticos os looks criativos ou dramáticos costumam ser bem aceites, noutros a  nota dominante é um aspecto cuidado e um pouco mais formal. 
 Vamos partir deste pressuposto para montar uma série de visuais simples, mas elegantes, para o dia a dia. Primeiro que tudo, convém ter sempre boa cara: maquilhagem básica e cabelo sempre bem arranjado, mas com uma rotina simples. Depois, o estilo preppy, o Bon Chic Bon Genre (presentes nos looks de marcas como Burberry e Ralph Lauren) e os visuais clássicos com um toque juvenil são excelentes inspirações.





 Vejamos algumas peças úteis para esse efeito e que combinam perfeitamente entre si. Convém que sejam de boa qualidade (não necessariamente caras) para que durem, se mantenham bonitas sem muito trabalho e acima de tudo, sejam confortáveis de usar:

- Umas bailarinas escuras ligeiramente bicudas (de modo a alongar a perna) umas botas de salto baixo que possam ser usadas sobre calças (estilo botas de montar) uns sapatos bonitinhos com ligeira plataforma e umas botas longas com uma cunha suave ou salto grosso, que se usem com saias, são excelentes opções para coordenar com todas as roupas descritas abaixo. 


                        
- Uma canadiana (as de capuz são melhores do que as "invenções" actuais) ligeiramente justa e abaixo do joelho, de preferência preta ou azul escura: é o melhor sobretudo que se pode ter porque tanto se presta a looks desportivos como mais compostos.
                        
- Uma gabardina bege, clássica, também pelo joelho ou 3/4: convém que tenha uma espessura média, para ser usada em diferentes estações, e que o tecido não amarrote facilmente: outra panaceia que se pode vestir no dia a dia ou em situações especiais.

                                     
- Blazer escuro, ligeiramente longo, que assente bem nos ombros. 


                                          
- Umas calças cigarrette pretas: sem pinças, a não ser que queira dar a ilusão de ter um pouco mais de formas. Ficam lindamente com sapatos, bailarinas, ou por baixo de umas botas compridas. As melhores são ligeiramente subidas na cintura e têm cós masculino, bem forrado. Se as escolher em algodão espesso, poderá vesti-las todo o ano.
                                            
- Se é esguia,  skinny jeans escuros, sem fantasias ou lavagens estranhas: Primark, Blanco e Zara vendem-nos baratíssimos e de material muito macio, mas resistente. Para um investimento maior, os da Armani Jeans: fazem uma silhueta incrível. Em alternativa, uns jeans clássicos e escuros de corte a direito.

- Uns flare jeans (com uma ligeira boca de sino). As lavagens escuras são mais toleradas em toda a parte e muito mais versáteis. As mais claras ficam melhor no Verão e poderão não ser tão bem aceites porque gritam "estou de calças de ganga!".

                                             
- Uma saia lápis preta, do mais simples. Pode combiná-la com botas longas, bailarinas ou botins com uma camisola bonita para o quotidiano, e com uma camisa e sapatos elegantes para dias de apresentações, por exemplo. Com uma simples t-shirt branca fica fabulosa.

- Um vestidinho preto a 3/4, de meia manga e ligeiro decote. Tal como a saia, pode coordenar-se para situações descontraídas ou formais.

- Camisas brancas: poderá tê-las noutras cores, mas o branco é essencial. Convém que tenham um comprimento regular, para as poder usar por dentro (sob uma saia ou calça cigarrette) ou por fora (com skinny jeans e um colete giro, por exemplo).

- Tops brancos, pretos, e se gostar, cinza e azul escuro: de manga comprida ou 3/4 e  decote redondo um pouco amplo. Com roupa clássica substituem blusas bonitas e caras, mas podem perfeitamente ser usadas no dia a dia e fazem uma silhueta muito elegante. Convém ter algumas em versão manga curta, para os dias mais quentes.

- Camisolas de gola alta pretas ou brancas, um ou dois twin sets ou pullovers, em cores claras e escuras (preto, branco, pérola, cereja). Para as malhas, prefira os materiais naturais.

- Lenços e cachecóis coloridos. São acessórios úteis e acrescentam cor ou quebram um ar demasiado formal.


E é basicamente isto. Convém lembrar que uma pessoa deve vestir-se não para a posição que ocupa, mas para aquela que deseja ocupar um dia...e a faculdade é um óptimo lugar para ir treinando!






 









3 comments:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Adorei o post. Fizeste-me lembrar de como me vestia na faculdade, era muito por aí, blasers pretos e calças de ganga, normalmente escuras, vestidos, e quase sempre botas e sapatilhas.
Que saudades :)

Sara Silva said...

sinceramente nunca pensei que houvesse um determinado registo para ir para a universidade, ahahah
eu vou dependendo do meu estado de espírito, mas há certas peças que não me sinto à vontade para usar lá, tais como shorts e chinelos
mas pronto, agora que li este post fiquei a pensar no assunto...

menina lamparina said...

Foi uma das fases mais complicadas no que à roupa diz respeito, para mim. Na faculdade não podia vestir o que me apetecia porque o conforto era uma necessidade (fartava-me de andar a pé!). Uma seca, portanto. E uma dor de cabeça pela manhã.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...