Recomenda-se:

Netscope

Saturday, April 27, 2013

Quando não há paciência para a moda.


Coisa rara...mas às vezes não há. O que é esquisito, considerando que nas duas semanas que passaram, quando alguém falava comigo não conseguia deixar de reparar no visual, nas jóias, no que trazia vestido. Comecei a achar que por esse andar acabaria muito cansada, que tinha de desligar o olho profissional e tratar os outros como seres humanos lindamente ou pessimamente vestidos, sem pensar em makeovers nem emitir juízos de valor, salvo seja. 
Não sei se este momento anti moda adveio dessa decisão, de não ter aparecido nada de terrivelmente entusiasmante na imprensa nos últimos dias - se há coisa que me desagrada é encher chouriços ou falar de patetices ( corrijo: digo imensas patetices, mas só quando são espontâneas) se é porque estou num mês de transição, ou se calhar porque andei a tirar os casacos mais pesados do charriot para os guardar nos armários do andar de baixo e em verdade vos digo que se o meu dinheiro pesasse tanto como eles, estava neste momento a escrever-vos algures da Isola Bela, plantada debaixo de um guarda sol like nobody´s business. Quando for a vez das sandálias e peep toes, nem quero imaginar. 
Em alturas destas pergunto-me se foi boa ideia ter brincado com Barbies em vez de Nenucos. Mas depois penso que isto amanhã passa. E ainda bem, porque só de pensar no que teria sido a minha infância a brincar às amas, até me arrepio. Credo.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...