Recomenda-se:

Netscope

Thursday, May 16, 2013

O momento libertador




Quando chega a altura de fazer limpezas periódicas às contas de e-mail (por mais vezes que as faça, parece que a tralha se multiplica) sou assaltada por uma mistura de alívio e nervoso miudinho. Por muito libertador que seja, o momento de limpar as contas tem sempre algo de deprimente. Como apesar dos meus esforços ainda para lá andavam mensagens de 2011, imaginem a quantidade de coisas inúteis, ultrapassadas ou cheias de mofo que escaparam, algumas por abrir. Da publicidade que passei adiante a pessoas ou assuntos que foram importantes e agora não passam de ruído, de projectos que não chegaram a desenvolver-se ou que alcançaram o seu término natural a newsletters de sítios onde trabalhei e que já não são relevantes, há sempre poluição cansativa de ver, que nos dá um aperto cá dentro, ou que nos transporta para tempos que já lá vão e que não deixam saudades nenhumas. Digo muitas vezes que não gosto de olhar para trás, mas o que tem de ser tem de ser. E desta vez não falha: a limpeza vai ser geral. Não há nada pior do que carregar velharias às costas, nem que seja na caixa do correio.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...