Recomenda-se:

Netscope

Saturday, June 15, 2013

Achei! Achei!

                                  
Lembram-se de ter falado neles aqui e aqui? Eu sou como Picasso, não procuro, encontro; demoro é um bocadinho, porque as coisas boas levam o seu tempo a deixar-se ver. Há meses que andava em busca do scarpin encarnado perfeito, e não estava a ser nada fácil: não os queria demasiado altos (a cor já é chamativa que baste) nem baixos demais, nem muito arredondados (para não se confundirem com um pump, que num tom desses me parece sempre algo vulgar) nem muito bicudos;  tinham de ser estáveis, o material havia de ser forçosamente macio, sem brilho que verniz escarlate é o cúmulo e por fim, não queria investir demasiado neles, porque...bem, por muito criativa que eu consiga ser as ocasiões para usar sapatos encarnados não são tantas como isso. Mas o meu radar nunca falha e lá encontrei, numa sapataria da Baixa e em promoção ainda por cima, o scarpin dos scarpins,  100% pele macia, salto alto mas não escandaloso, do mais clássico que pode haver, tão confortável como um sapato alto q.b não compensado consegue ser e decididamente mefistofélico. Agora só me resta inventar umas toilettes para os passear, provavelmente já amanhã. Nada como algo encarnado para afastar as energias cinzentas. Dos dois pares nude (uns pumps altos, outros mais discretos) que ando a perseguir feita peregrina é que nem rasto. Mas a Sorte é assim: nem sempre se consegue tudo de uma vez. Persistência, certeza do que se procura e olho aguçado nas compras e no resto é a chave da felicidade, I guess.

1 comment:

Inês Maria Rocha Gonçalves Moura de Sousa said...

Isso merece uma comemoração sem dúvida! Encontrar uns scarpins perfeitos é um feito digno de registo.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...