Recomenda-se:

Netscope

Friday, June 14, 2013

Mean Girl: se eu fosse um esterótipo...

                                       
...queria ser sempre a anti-heroína, ou a vilã com estilo. Sabem,  aquela rapariga de cabelo escuro, ruivo ou louro platinado, que tem sempre um visual simples, clássico, super composto e matador, que fala assim baixinho, faz o que lhe apetece, que elabora planos maquiavélicos infalíveis e geniais, que mexe os cordelinhos todos, tem uma aura dark, é poderosa, subtil e má como as cobras mas com um lado soft, espécie de César Borgia,  ou Don Corleone de saias. É que francamente, são sempre as que vestem melhor, as que têm um decor de morrer, os melhores adereços, um élan victoriano e as falas mais decentes, mesmo quando o filme ou o livro não valem um chavo. Palavra que até não sou má pessoa (desde que não me macem) mas pendo inevitavelmente para aí. Que posso fazer? Ninguém é santo e a pôr um pé (ou uma mão...) no Caminho da Mão Esquerda, que seja com decência e só para armar aos cucos. Inegavelmente, evil is cool. Deus Nosso Senhor também não me há-de castigar lá por causa disso, com tanta gente- que-não-é-má-só-para-inglês-ver a pipocar por aí. Acho eu.


1 comment:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Engraçado, eu penso da mesma forma, eu também acho sempre mais piada às mean girls com estilo. Aliás, identifico-me com o género, não sei se isso é bom ou mau lolol

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...