Recomenda-se:

Netscope

Sunday, August 25, 2013

As coisas que eu ouço: say what?

                       

Até há algumas semanas, amigos meus que se preocupam com a Astrologia andavam numa aflição porque Mercúrio estava retrógado - o que significa que nada atrasa nem adianta, como o Timex, que os negócios não se fecham nem deixam de fechar, que as pessoas não se entendem, etc. 
 Não faço ideia se o planeta das comunicações decidiu continuar a andar para trás sem dizer nada a ninguém, mas nos últimos dias tenho assistido a equívocos sucessivos:

1- Todos os dias sou atendida por uma simpática moça africana, com ar de voodoo queen, num café perto do meu local de trabalho. É aquele tipo de empregada de café sorridente e despachada que facilmente imaginamos numa estalagem antiga, sempre com uma palavra simpática, um "bom dia, querida" e uma história ou resposta torta na ponta da língua para os clientes mais chatos. Mas num dia mais atarefado esta semana em que lá fui a correr, e em que ela se encontrava rodeada de habitués desocupados a querer isto e aquilo, o nosso diálogo foi este:

- Bom dia, minha querida, o que deseja?
- Olá, está boa? Bem...queria um néctar...pode ser de pêssego. E...tem pastilhas?
- Tenho, quer de quê?
- Pode ser um pacote de chiclets de morango.

Dali a instantes voltou. Com um néctar de pêra e uma, só uma, pastilha de mentol. Eu embirro com pastilhas de mentol, mas como tinha pressa, nada disse. Ok...


2- O meu irmão liga-me:

- Avisa a mãe que não janto em casa.
- Então? Onde vais?
- Vou com o C. às papas.
(E eu a julgar que ele estava na brincadeira).
- Papas? Papas de quê?
- Papas! Vamos comer papas!
- Céus, está bem, mas que papas? Quem é que vai fazer as papas?
- Ó desentendida, TAPAS. Vamos comer ao TAPAS.

Enfim, tapas ou papas, é tudo papa mesmo...

Espero sinceramente que esta incompreensão generalizada alivie e as coisas voltem ao normal. Olhem lá se em vez de trocar tapas por papas ou pastilhas de morango por pastilhas de mentol, há confusões com alguma coisa importante. Olho vivo, ouvido atento e pé ligeiro. Que baralhada, credo.




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...