Recomenda-se:

Netscope

Thursday, September 5, 2013

Ainda a redenção...e os que estão para além dela.

             

Por estes dias falou-se aqui em redenção. O que me leva a pensar que há pessoas que apesar das suas qualidades, de toda a boa vontade, estão para além dela. 
Não têm remédio. Tentar salvá-las, desejar que não se desperdicem,  é como segurar flocos de neve e esperar que não derretam. São pessoas que fazem tudo para sabotar o que desejam. Se amam alguém, fazem os possíveis para que essa pessoa as despreze. E depois choram porque são olhados com um horror e desdém o que é, aos seus olhos, injusto. Se querem emagrecer, fecham-se numa pastelaria a enfardar bolos até à indigestão. Se pensam em mudar de comportamento, não resistem ao apelo das vielas, esgotando o cálice até ao fim. Comprazem-se na desgraça, nos instintos mais baixos, na fossa. Têm um buraco negro no peito, um impulso que as arrasta para baixo e na queda, levam os outros consigo. Quando passam pela vida alheia, deixam uma sensação pesada como chumbo e uma tristeza infinita, que só a distância consegue esbater. São os intocáveis, os irremediáveis. E ai de quem se cruza com eles, ou cai no erro de se importar, de os absolver, de os redimir ou purificar: nenhum amor ou paciência é suficiente. O salvador acaba poluído, estragado. Nunca mais será o mesmo. 

No que toca à redenção, já é trabalho que chegue procurar a nossa.

1 comment:

Ulisses L said...

Sem dúvida...
...se o próprio não quer, não há nada nem ninguém que consiga fazer seja o que for...

:)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...