Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, October 30, 2013

Curl Secret who?‏

                       


Modeladores de cabelo são uma parte importante da minha rotina, especialmente os ferros de enrolar. Não imagino a minha vida sem eles e uso modelos diferentes com regularidade, seja para dar um jeito apressado (apenas o suficiente para parecer "done" antes de sair às pressas) seja para um penteado à séria em ocasiões especiais.

 O meu cabelo é moldável e trabalha-se depressa sem grande dificuldade, por isso estou satisfeita com os ferros que já tenho. Mas com tanto sururu sobre o Curl Secret da Babyliss (e similares) confesso-me algo curiosa. Supostamente, a maquineta permite encaracolar toda a cabeleira mais rápido, com menos queimaduras (até hoje só me queimei uma vez, porque com a correria as mãos ficaram trémulas e o ferro caiu-me em cima do decote - não foi muito agradável, mas é uma situação rara) e com uma distribuição mais uniforme do calor.



A ideia parece boa e estou sempre receptiva a novidades (até porque os modeladores são engenhocas que tendem a avariar com frequência) mas admito aqui três dúvidas:

- Apesar da apregoada técnica anti embaraço, uma máquina que "suga" o cabelo mete-me algum medo. Sim, eu já fiquei com o cabelo preso em rolos e foi um sarilho para o tirar. Quase tive de assistir a um almoço formal com rolo e tudo. Traumazinho.

- O preço (cerca de cento e poucos euros)não é muito tentador para arriscar uma compra por impulso.

- Os resultados (ver abaixo) não me parecem mais espectaculares do que aquilo que se consegue com um ferro normal de boa qualidade e alguma paciência. Se é mais rápido não sei, já que o processo de dividir o cabelo e encaracolar secção por secção é exactamente o mesmo. O aparelho, ao que parece, dá sinal quando se enrolam mechas espessas demais, logo não será mais célere do que um ferro jumbo - no meu caso, vá, já que o meu cabelo  raramente precisa de uma segunda passagem. 
Por outro lado, uma vez acostumadas ao processo, poupam-se os movimentos de mexer o braço para enrolar as madeixas, pois o sistema trata disso lá dentro. Talvez as raparigas com um cabelão muito espesso ou menos jeito/paciência para conseguir o efeito pretendido notem mais a  diferença.

Que me dizem? Já testaram? Sinto uma curiosidade científica a avolumar-se na minha cabeça, literalmente.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...