Recomenda-se:

Netscope

Thursday, October 24, 2013

De grunge chic já gosto.




Como demonstrado por Ricardo Tisci (Givenchy): com a melancolia, as camisas tartan, a inspiração cigana e os padrões floridos, mas boa alfaiataria e maquilhagem no lugar - e já agora, cabelo limpo. Quando algo que teve o seu tempo regressa, é bom que venha sob a forma de um update: mais crescido, mais polido, mais elegante. Nada contra a interpretação de Hedi Slimane para Yves Saint Laurent, que se atreveu a ir ao fundo da questão recrutando quem realmente percebe do assunto para a campanha (abaixo) mas prefiro a versão posh do grunge. 


 Acho que mesmo num mood desiludido com o mundo, é preferível fazê-lo em grande estilo. Ou será o grunge de Yves Saint Laurent mais adequada às eternas adolescentes (ou para as irmãs mais novas) e a de Givenchy feita a pensar em mulheres? Either way, nunca morri de amores pelas Doc Martens.





No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...