Recomenda-se:

Netscope

Sunday, March 9, 2014

Condessa de Gencé ensina, #3: para as que gostam de karaoke.




E quem diz karaoke - que a não ser que seja em privado é geralmente do piorio - diz soirées mais agradáveis com música ao vivo, do género que se fazia quando a autora, que não era realmente uma Condessa mas teve uma vida cheia de aventuras, estilo Conde de Monte Cristo, era viva. O conselho aplica-se ainda a quem canta ou actua profissionalmente, porque a boa educação cabe em todo o lado.

"Quando os donos da casa convidam artistas, devem informar-se das músicas que tencionam executar. São (...) responsáveis pelo programa da soirée e a sua vigilância deve executar-se, tanto sobre a personalidade das pessoas sob o seu tecto, como sobre as coisas que se dizem e cantam na sua casa. Uma senhora evitará a cançoneta ligeira ou cómica. Muito nova, abster-se-á de melodias com um sentimento muito exaltado".

As meninas devem portanto evitar as cançonetas brejeiras - brazileirices estilo bicicletinha não sei do quê, tira a mão não sei de onde, Quim Barreiros de saltos altos, ou imitar a Rihanna perante a assistência mesmo que a animação e os copos a circular façam parecer que não há problema nenhum em cantar qualquer coisa da Ana Malhoa. Se for na festa da empresa ou numa circunstância um bocadinho menos...descontraída, pior um pouco, é escusado dizer.
 Por outro lado, era giro mandar um exemplar disto a algumas cantoras da moda. Ia acabar no lixo de certeza, mas valia a intenção.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...